Ações de segurança reduzem criminalidade em Santos

Os dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública mostram 242 roubos a menos, redução de 35 casos de roubo de veículo e diminuição de 383 furtos

Comentar
Compartilhar
01 ABR 201516h40

O índice de criminalidade na Cidade retrocedeu no primeiro bimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2014. Os dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública mostram 242 roubos a menos, redução de 35 casos de roubo de veículo e diminuição de 383 furtos – normalmente praticados em residência ou comércio. Além do esforço dos órgãos de segurança, o Município também contribui para aumentar a segurança da população com o trabalho em parceria com as polícias e aumento das câmeras de monitoramento.

Para o comandante do 6º BPMI, Alexandre de Almeida Costa, intensificação da abordagem preventiva pelos  policiais militares, aliada ao trabalho da Polícia Civil e integração com a Secretaria Municipal de Segurança foram determinantes para redução das ocorrências.

“Tivemos aumento da abordagem feita por cada policial com a pró-atividade e a queda mais significativa em Santos foi dos crimes relacionados ao patrimônio e os praticados com violência ou com grave ameaça à pessoa”, destaca.

O índice de criminalidade na Cidade retrocedeu no primeiro bimestre deste ano (Foto: Divulgação)

Juntas, as polícias realizaram, em janeiro e fevereiro deste ano, 240 flagrantes, com prisão e apreensão de 377 pessoas, entre adultos e menores. As ações de abordagem resultaram também na apreensão de 24 armas de fogo e na recuperação de 83 veículos. Foram concluídos, ainda, 1.979 inquéritos policiais, enviados à Justiça.

Força-tarefa 

O trabalho conjunto das polícias e da Prefeitura nos locais de maior incidência criminal também é destacado pelo delegado seccional da Polícia Civil de Santos, Manoel Gatto Neto, que acrescenta, ainda, a nova metodologia na elaboração dos boletins de ocorrência, para identificar o autor do crime. “Estamos focados no combate ao crime contra o patrimônio, ou seja, roubo e furto, que vai desde a elaboração mais detalhada do B.O, assim como investigações e inquéritos policiais”.