X
Praia Grande

Jovem de Praia Grande participa de fórum internacional de voluntariado

Ergon Cugler foi um dos finalistas do Prêmio Internacional de Participação Civil

Ergon Cugler, de Praia Grande, foi um dos finalistas do Prêmio Internacional de Participação Civil / Divulgação/ Prefeitura de Praia Grande

O praia-grandense Ergon Cugler, de 23 anos, é pesquisador e foi selecionado para representar o Brasil no International Forum of Civil Participation “#WeAreTogether”, maior evento de voluntariado e ação humanitária do setor. O fórum ocorreu de 2 a 6 de dezembro em Moscou, na Rússia, concorrendo com outros 60 finalistas para o Prêmio Internacional de Participação Civil.

Essa é a primeira vez que uma pessoa da Baixada Santista participa do Fórum e concorre à premiação. Ergon foi selecionado por conta de seu trabalho no voluntariado e no movimento educacional. Ao longo dos últimos anos, tem integrado uma série de agendas para o enfrentamento à pandemia da Covid-19 e retomada do desenvolvimento socioeconômico dos municípios brasileiros junto a mais de 50 prefeituras.

Ergon conta que sua história no voluntariado iniciou em Praia Grande. “Tudo começou no grêmio estudantil da minha escola, a Fortec de Praia Grande, quando conheci a Subsecretaria de Assuntos da Juventude. Comecei minha vida como voluntário em um projeto em parceria com a Subsecretaria de Comunicação, o Voz da Juventude, em que os jovens construíam um jornal que era distribuído para a Cidade. Foi a partir disso que comecei a pensar em projetos além da escola voltados para a sociedade”, explicou.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Com o passar dos anos, o estudante passou a se engajar cada vez mais em ações sociais, participando de movimentos e grupos voltados para tal finalidade. Para Ergon, o voluntariado vai muito além de ajudar as pessoas. “A participação social também é política pública. Com ela, podemos envolver a sociedade civil a fim de pensar em soluções voltadas para impactar, de fato, a realidade da sociedade”.

Ergon não foi o ganhador do Prêmio, porém, a experiência foi equivalente a um primeiro lugar. “Apesar de eu não ter ganhado, foi uma experiência incrível estar lá presencialmente e participar desse evento; é um orgulho ser a primeira pessoa da Baixada Santista que participou desse Fórum tão importante”, afirmou.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Turismo

Desfiles de Carnaval de SP e Rio são adiados para abril

A decisão foi anunciada nesta sexta-feira pelas prefeituras

Economia

BC comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix

O incidente ocorreu entre 3 e 5 de dezembro e expos dados como nome de usuário, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), instituição de relacionamento, número de agência e número da conta

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software