CT sofre nova penhora. Agora por causa de dívida com Muricy

O clube deixou de arcar com o compromisso que tem com o treinador e agora o vê cobrar R$ 1,3 milhões que ainda restam

Comentar
Compartilhar
24 ABR 201520h19

O CT Meninos da Vila será penhorado pela 12ª vez. Os dois campos utilizados por jogadores das categorias de base do Peixe, além do futebol feminino, desta vez foram alvos da Justiça de São Paulo, que determinou a penhora do local em razão da dívida do clube com o ex-técnico Muricy Ramalho.

O alvinegro praiano tinha o dever, por contrato, de pagar R$ 3 milhões a Muricy e fez um acordo para parcelar o valor. No entanto, deixou de arcar com o compromisso e agora vê o técnico cobrar R$ 1,3 milhões que ainda restam.

Muricy Ramalho dirigiu o Santos de 2011 a 2013 e conquistou dois Campeonatos Paulistas, uma Recopa Sul-Americana e a Copa Libertadores da América.

Atualmente sem clube, desde que deixou o São Paulo após uma má fase no Tricolor Paulista e diversos problemas de saúde, Muricy conseguiu, na Justiça, em fevereiro, uma vitória que ordenou o Santos a sanar a dívida em até três dias. O não cumprimento desta determinação é que resultou na penhora do CT Meninos da Vila, avaliado em R$ 60 milhões.

Muricy comandou o Santos de 2011 a 2013 (Foto: Divulgação/Santos FC)