Advogado afirma que prisão de apresentadora foi 'uma grande injustiça'

Para o defensor, os turistas autuados foram confundidos pela PM com traficantes que agem no Itararé. Gislaine Carvalho ficou presa dois dias na cadeia do 2º DP de São Vicente

Comentar
Compartilhar
02 JAN 201420h51

A apresentadora de TV e estudante de Direito Gislaine Carvalho, presa sob a acusação de tráfico de drogas na noite do último domingo (29), em São Vicente, teve a liberdade provisória concedida pela Justiça. Ela deixou a cadeia feminina anexa ao 2º Distrito Policial (Cidade Náutica) no último dia 31. Defensor de Gislaine, o advogado Anderson Lafuza afirma que a prisão foi “uma grande injustiça”.

Segundo ele, sua cliente não sabia que porções de drogas haviam sido colocadas na bolsa dela. “Ela nem usuária é”, afirma.

Gislaine foi detida por policiais militares, na Praia do Itararé, próximo à Ilha Porchat, após 12 porções de maconha e cinco cápsulas de cocaína serem encontradas em sua bolsa. O namorado dela e outros quatro rapazes também foram detidos sob a acusação de tráfico na ação policial. Eles já foram soltos.

De acordo com o advogado Anderson Lafuza, um dos conhecidos do namorado de Gislaine foi quem deixou a droga na bolsa, sem a apresentadora saber.

Gislaine teve a ordem de soltura expedida pelo Plantão Judiciário (Foto: Divulgação)

A ação da PM ocorreu após denúncias anônimas. Na avaliação do advogado, sua cliente, o namorado e o grupo de rapazes foram confundidos com traficantes que agem naquela região.

Lafuza frisou que a vistoria da PM realizada no apartamento onde o grupo estava hospedado, na Ilha Porchat, não detectou nada de irregular, bem como em dois carros utilizados pelos turistas, um Ford EcoSport e um Citroën C4.

O grupo foi levado para a Delegacia Sede de São Vicente, onde o delegado de plantão ratificou a voz de prisão em flagrante por tráfico dada pelos policiais militares. A autoridade de plantão também indiciou o grupo por associação ao tráfico.

“Vou provar a inocência dela (Gislaine) em juízo”, finalizou o defensor.