Cotidiano

Mulheres protestam contra criminalização do aborto neste domingo, em Santos

Grupos feministas da Baixada Santista se reúnem em ato 'Criança Não É Mãe' na Praça das Bandeiras, a partir das 14h

Luana Fernandes

Publicado em 15/06/2024 às 11:15

Atualizado em 15/06/2024 às 11:54

Compartilhe:

Manifestação será na Praça das Bandeiras, na orla de Santos, a partir das 14h / Divulgação

A Frente pela Legalização do Aborto da Baixada Santista e demais organizações da Região irão se reunir em manifesto no ato "Criança Não É Mãe" neste domingo, às 14 horas, na Praça das Bandeiras, na orla de Santos.

O protesto é contra ao projeto de lei (PL) 1904/2024 da Gravidez Infantil, que tramita na Câmara dos Deputados e prevê que o aborto, se realizado após 22 semanas, será caracterizado como homicídio.

Mais informações podem ser encontradas no Instagram da Frente pela Legalização do Aborto da Baixada Santista, @abortolegalbs. Segundo a organização, este ato se somará aos demais protestos que vêm ocorrendo nacionalmente em diversas cidades desde quando o projeto entrou na agenda da Câmara dos Deputados, no último dia 12 de junho.

"As manifestações buscam conscientizar sobre o retrocesso que esse projeto representa, sobretudo por impactar de modo mais significativo meninas de até 14 anos, que correspondem à 80% das vítimas de violência sexual. Em geral, quando o estupro resulta em uma gravidez, a gestação infantil é descoberta tardiamente, quando mudanças corporais mais evidentes, como o crescimento da barriga, acontecem", explica.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Armazém do tráfico é desmantelado em Itanhaém; entenda

Testemunhas foram essenciais para o começo da ocorrência

Itanhaém

Homem é preso com réplica de fuzil em Itanhaém

Outros objetos utilizados pelo tráfico também foram apreendidos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter