Síria desmente acusações dos EUA de que esteja preparando ataque químico

A Casa Branca alertou, na última segunda-feira (26), sobre "potenciais preparativos" do governo sírio para fazer um novo ataque com armas químicas no país

Comentar
Compartilhar
29 JUN 2017Por Agência Brasil15h00
Mais de 300 mil mortes já foram registradas na SíriaFoto: Divulgação

O governo sírio negou nesta quinta-feira (29) que esteja preparando um ataque com armas químicas, como afirmam os Estados Unidos (EUA), e acusou Washington de planejar nova agressão em seu território.

"As alegações dos EUA são nulas e sem efeito. São só um meio para justificar uma nova agressão contra a Síria, com acusações infundadas", disse, em comunicado, um porta-voz do Ministério do Exterior sírio. e

A Casa Branca alertou, na última segunda-feira (26), sobre "potenciais preparativos" do governo sírio para fazer um novo ataque com armas químicas no país e advertiu que, se isso acontecer, o presidente Baschar Al Assad e as Forças Armadas sírias "pagarão um alto preço".