Staff de Robinho e Santos adotam lei do silencio após segunda reunião

Nos últimos dias, os dirigentes montaram uma planilha com os gastos que poderiam arcar para segurar o jogador e entregaram o projeto a representante do atleta

Comentar
Compartilhar
26 MAI 201517h46

Como havia antecipado Modesto Roma Jr na sexta-feira, a diretoria alvinegra e Marisa Alija Ramos, representante de Robinho, se reuniram nesta terça-feira para tratar sobre o interesse do time da Vila Belmiro em estender o contrato do camisa 7, já que o vínculo atual expira dia 30 de junho. Porém, por ora, o único acerto entre as partes é de manter o suspense e evitar que detalhes vazem à imprensa. Tanto dirigentes santistas quanto o staff de Robinho admitem que não se aprofundarão no assunto enquanto as negociações estiverem caminhando e só darão declarações mais concretas no momento em que tudo estiver perto de uma definição.

O Santos já apresentou mais de uma proposta para manter Robinho. Nos últimos dias, os dirigentes montaram uma planilha com os gastos que poderiam arcar para segurar o jogador e entregaram o projeto a Marisa. A advogada e representante do atleta ainda está estudando e avaliando os riscos da engenharia financeira que o clube apresentou.

A favor do Peixe pesa o fato do Flamengo estar muito próximo de fechar um acordo de alto investimento com Guerrero, atacante que se desvincula do Corinthians dia 15 de julho. Assim, os cariocas não teriam mais como oferecer uma proposta do mesmo quilate para Robinho.

O Santos já apresentou mais de uma proposta para manter Robinho (Foto: Divulgação/Santos FC)

O Comitê Gestor alvinegro também entende que o Santos não deve oferecer o que não pode pagar e acredita que, pela crise financeira vivida pela maioria dos times brasileiros, Robinho não encontrará outra equipe que tope manter o jogador pela bagatela de R$ 1 milhão por mês. O salário atual do atacante é de R$ 700 mil em direitos de imagem e R$ 300 na carteira (CLT).

Robinho se apresenta à Seleção Brasileira na próxima segunda-feira e, portanto, pode fazer seu último jogo com a camisa do Peixe neste domingo, às 11 horas, na Vila Belmiro, contra o Sport, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Santos e Marisa garantem que não têm pressa e as negociações seguirão enquanto o Rei das Pedaladas estiver defendendo o Brasil na Copa América do Chile, com final marcada para 4 de julho.