Gabriel celebra 2 anos de profissional com futuro em xeque no Santos

Atualmente, o atacante figura entre os reservas da equipe e seu empresário, Vagner Ribeiro, já começa a repensar a permanência do camisa 10 na Vila Belmiro

Comentar
Compartilhar
26 MAI 201515h09

Em 26 de maio de 2013, Gabriel fazia sua estreia no profissional do Santos, contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, no Mané Garrincha, em Brasília, mesmo dia da despedida de Neymar da Baixada Santista. De lá para cá, Gabigol chegou a fazer excelentes apresentações com a camisa alvinegra, mas, atualmente, o atacante figura entre os reservas da equipe e seu empresário, Vagner Ribeiro, já começa a repensar a permanência do camisa 10 na Vila Belmiro.

Santista declarado, Gabriel assistiu a conquista do Campeonato Paulista do banco. Coadjuvante na campanha do primeiro semestre do clube, o garoto havia terminado 2014 como artilheiro, com 21 gols marcados. Aos 18 anos, são 91 partidas, 26 gols e 13 assistências. Números bons, mas longe dos que esperavam os que o viam como substituto de Neymar em 2013.

“Entrei no lugar do Neymar, que é um ídolo para mim e uma pessoa que me espelho muito. Sempre foi meu sonho jogar pelo Santos e estou realizando. Quero comemorar mais datas importantes aqui neste clube. Aprendo a cada dia com os atletas mais experientes e tenho certeza de que isso será muito importante para o meu crescimento tanto dentro de campo, quanto fora dele. Trabalho forte todos os dias para dar o meu melhor”, foram as palavras do jovem atacante, celebrando a data por meio de sua assessoria de imprensa.

Gabriel não foi convocado à Seleção Brasileira sub-20 (Foto: Divulgação/Santos FC)

Recentemente, Gabigol renovou seu contrato com o Peixe por cinco anos, mas Vagner Ribeiro já repensa a ‘promessa’ que fez de manter o garoto no clube até depois das Olimpíadas do Rio em 2016. A presença constante no banco de reservas estaria prejudicando o jogador, que ficou de fora da convocação da Seleção Brasileira sub-20.

Atualmente, o ataque titular santista é composto pelo centroavante Ricardo Oliveira, pelo garoto Geuvânio e por Robinho, cujo contrato de empréstimo com o Santos se encerra no dia 30 de junho. Diretoria e jogador discutem uma renovação que, caso aconteça, deverá deixar Gabriel por mais tempo no lista de suplentes do Peixe.

No entanto, Gabigol deverá ganhar oportunidades, independente da renovação contratual de Robinho, nos próximos jogos, já que o camisa 7 disputa a Copa América com a Seleção Brasileira, no Chile, desfalcando o Alvinegro. Marquinhos Gabriel, Rafael Longuine e Leandrinho são outras opções do técnico Marcelo Fernandes entre os 11 titulares.