Corinthians encerra primeira fase empatando com XV, que avança

Os visitantes saíram atrás no Barão de Serra Negra, viraram o jogo e acabaram levando o empate por 2 a 2 do XV de Piracicaba, que ficou com a última vaga nas quartas de final

Comentar
Compartilhar
09 ABR 201500h18

A formação reserva do Corinthians não conseguiu a vitória que buscava no interior, mas manteve o time invicto ao fim da primeira fase do Campeonato Paulista. Os visitantes saíram atrás no Barão de Serra Negra, viraram o jogo e acabaram levando o empate por 2 a 2 do XV de Piracicaba, que ficou com a última vaga nas quartas de final.

Dona da melhor campanha, a equipe do Parque São Jorge não assegurou vantagem definitiva até uma eventual decisão, pois a pontuação continua sendo computada nas quartas de final e nas semifinais. O mata-mata em confronto único com a Ponte Preta será no fim de semana, em Itaquera.

Já o XV de Piracicaba visitará o Santos na Vila Belmiro. O time do interior, ameaçado de rebaixamento até a semana passada, acabou ficando com a segunda vaga do Grupo D. O duelo era com o Penapolense, que perdeu para o São Bento e, além de não jogar as quartas de final, caiu para a Série A-2.

Vagner Love apareceu no segundo para completar de cabeça e virar o jogo (Foto: Hélio Suenaga/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Jogando pela vitória para se classificar, o XV de Piracicaba não adotou a habitual estratégia defensiva das equipes do interior contra os grandes. Sua aposta foi no lado esquerdo da defesa do Corinthians, onde sofria o improvisado e assustado estreante Rodrigo Sam.

Os donos da casa atacaram por ali até abrir o placar em uma cobrança de lateral, aos 25 minutos, cortada só parcialmente por Yago. Walter fez a primeira defesa, mas não impediu que Roni aproveitasse o rebote de pé esquerdo. Mas os visitantes reagiram rapidamente.

Aos 30, Bruno Henrique recebeu na meia, fintou Renan Foguinho e bateu muito bem de pé esquerdo. Quatro minutos mais tarde, Edílson bateu escanteio da direita, desviado por Yago no primeiro pau. Vagner Love apareceu no segundo para completar de cabeça e virar o jogo.

Para evitar a expulsão de Rodrigo Sam, Tite acionou Felipe no intervalo. O XV foi ao ataque com a entrada de Chico e teve maior volume nos 45 minutos finais. O time de Toninho Cecílio foi mais agressivo e mereceu o empate, alcançado em cruzamento de Éder, aos 36. Paulinho cabeceou e aproveitou o próprio rebote.