Balanço registra queda na receita e déficit de quase R$ 60 milhões

No futebol, o prejuízo foi de R$ 10,784 milhões. O patrimônio líquido alcançou R$ 203 milhões negativos, duas vezes o valor do encerramento do ano de 2012

Comentar
Compartilhar
30 ABR 201519h22

O balanço financeiro do Santos de 2014 foi divulgado nesta quinta-feira e, como já podia se esperar, o clube viveu um ano terrível, se analisarmos apenas dívidas e receitas, paralelamente. O déficit do ano foi de R$ 58, 955 milhões.

No futebol, o prejuízo foi de R$ 10,784 milhões. O patrimônio líquido alcançou R$ 203 milhões negativos, duas vezes o valor do encerramento do ano de 2012. As dívidas a serem quitadas a curto prazo chegaram a R$ 190 milhões.

As receitas do clube despencaram de R$ 190,275 milhões para R$ 169,938 milhões, a renda caiu de R$ 54,853 milhões para R$ 29,354 milhões e o Santos arrecadou 10% a menos do que em 2013.

Sem títulos em 2014 e sem conseguir efetuar uma grande venda, o Peixe obteve ‘apenas’ R$ 45,770 milhões nesta área, valor próximo a dívida contraída com a compra de Leandro Damião por meio do grupo maltês Doyen Sports.

Com um média de público baixa nos jogos que foi mandante, como acontece quase que tradicionalmente, o time da Vila Belmiro levantou apenas R$ 10,938 milhões com receita de bilheteria.

Se compararmos com os outros três grandes clubes da Capital Paulista, o Santos só não tem situação pior do que o Tricolor do Morumbi, que apresentou um déficit em 2014 de R$ 110.126 milhões. Adversário santista na final do Campeonato Paulista neste ano, o Palmeiras teve um déficit de R$ 27.694 milhões e apenas o Corinthians teve um balanço positivo na última temporada, com superávit de R$ 230.561 milhões.