Estado destina R$ 10,9 milhões para o sanemento na Baixada Santista

Verba integra pacote de R$ 118 milhões para recuperação dos sistemas hídricos em todas as regiões paulistas

Comentar
Compartilhar
30 ABR 201511h02

O governador Geraldo Alckmin anunciou ontem um pacote de R$ 118 milhões, que serão destinados para melhorias nos recursos hídricos e de saneamento em todas as regiões do Estado. Desse montante, a Baixada Santista receberá R$ 10.951.844,26.

O governador e o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, assinaram 296 contratos com municípios, órgãos estaduais e entidades da sociedade civil para a liberação de recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO). O aporte será  empregado em planos e obras para proteção e recuperação dos recursos hídricos e saneamento.

“Os recursos do FEHIDRO serão repassados para as prefeituras e permitirão uma série de intervenções como: obras de controle de perdas em redes de abastecimento; obras de estações de tratamento de esgoto; implantação de galerias de águas pluviais; promoção de ações educacionais para o uso racional da água; obras para a melhoria dos sistemas municipais de distribuição de água e esgoto; recuperação de nascentes e matas ciliares”, explicou o governador.

Estes contratos contemplam ações nos seguintes programas do Plano Estadual de Recursos Hídricos: Planejamento e Gerenciamento de Recursos Hídricos (21%); Aproveitamento Múltiplo e Controle dos Recursos Hídricos (2%); Serviços e Obras de Conservação, Proteção e Recuperação da Qualidade dos Recursos Hídricos (34%); Conservação e Proteção dos Mananciais Superficiais de Abastecimento Urbano (9%); Desenvolvimento Racional da Irrigação (0,5%); Conservação de Recursos Hídricos na Indústria (0,5%); Prevenção e Defesa Contra Inundações (12%); e Prevenção e Defesa Contra Erosão Solo e o Assoreamento dos Corpos d´Água (22%).