Estudo aponta que crianças estão exagerando no uso da pasta de dente

Os pais não devem apertar mais do que a quantidade de pasta de dente equivalente ao tamanho de grão de arroz na escova, recomendam o CDC e a Associação Dentária Americana

Comentar
Compartilhar
02 MAI 2019Por Da Reportagem16h30
Crianças menores de 3 anos devem usar menos pasta de denteFoto: Reprodução

Muitos pais estão espremendo quantidades potencialmente perigosas de pasta de dentes na escovas de seus filhos, alertaram as autoridades de saúde em um estudo divulgado recentemente.
 
O estudo, dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), aponta que quase 40% das crianças de 3 a 6 anos usam mais creme dental do que o recomendado pelos profissionais de odontologia. Para crianças pequenas, com dentes de leite, ainda, engolir muito creme dental com flúor pode causar descoloração dos dentes, uma condição chamada fluorose dentária.
 
“A pesquisa do CDC, com cerca de 1.700 crianças, nessa faixa etária, descobriu que cerca de 38% delas usavam mais do que a quantidade recomendada de creme dental, o que tem o potencial de exceder a recomendação diária de ingestão de flúor. Concentrações excessivamente altas de flúor na água potável também podem contribuir para a fluorose dental”, explica o pediatra e homeopata Moises Chencinski.
 
Crianças menores de 3 anos devem usar menos pasta de dente, de acordo com as diretrizes. Para essas crianças, os pais devem apertar apenas uma minúscula mancha de creme dental com flúor - aproximadamente do tamanho de um grão de arroz. As crianças pequenas são mais suscetíveis à fluorose e menos capazes de cuspir a pasta de dente na pia, sendo mais provável a ingestão do produto.
 
“A fluorose afeta apenas as crianças porque o dano ocorre quando os dentes estão se desenvolvendo sob as gengivas. Não afeta a saúde bucal em geral, mas pode levar a linhas brancas ou estrias nos dentes”, diz o pediatra.
 
Quando iniciar a escovação?
 
Os resultados do estudo levantaram uma “bandeira vermelha”:  o público não entende completamente as diretrizes para a aplicação do creme dental. Segundo o estudo, é que os pais tendem a receber conselhos contraditórios sobre a quantidade de creme dental que as crianças devem usar, bem como se os filhos mais novos devem usar creme dental com flúor. Os pais recebem mensagens confusas de dentistas, pediatras e da internet.
 
Para crianças menores de 2 anos, as orientações do CDC divergem da de duas associações dentárias.  Em 2014, a Associação Dentária Americana mudou suas diretrizes e recomendou que os pais escovassem os dentes de seus filhos, duas vezes ao dia, com uma pequena quantidade de creme dental com flúor assim que eles nascessem. A Academia Americana de Odontopediatria recomenda o mesmo. No entanto, o CDC continua a recomendar que os pais esperem para introduzir creme dental com flúor às crianças até completarem 2 anos.
 
Escovação sob supervisão
 
Os problemas decorrentes das diretrizes de escovação geralmente surgem quando os pais não estão presentes ao lado dos filhos quando eles estão escovando os dentes. “O que realmente está acontecendo é que os pais estão seguindo as regras de escovar duas vezes por dia, mas nem sempre estão ao lado das crianças. Mas a partir de quando os pais devem deixar os filhos escovarem os dentes sozinhos? Seis anos, embora eles possam considerar ficar por perto até  os oito anos”, orienta Moises Chencinski.
 
O estudo do CDC, que foi baseado em dados de mais de 5.000 crianças, de 3 a 15 anos, também descobriu que quase 80% das crianças incluídas na análise começaram a escovar os dentes mais tarde do que o recomendado. A análise foi baseada em dados de 2013 a 2016.
 
De acordo com as diretrizes profissionais, os pais devem começar a escovar os dentes de seus filhos quando o primeiro dente irromper, o que pode acontecer aos seis meses. Mas pouco mais de 20% dos pais ou cuidadores do estudo relataram que o filho começou a escovar os dentes antes de completarem 1 ano de idade.
 
“No Brasil, a recomendação da Associação Brasileira de Odontopediatria é a escovação de dentes com pasta, com flúor, na quantidade de um grão de arroz cru, a partir da erupção do primeiro dente, quando também se indica a primeira consulta com o odontopediatra. Quando a criança aprender a cuspir, a quantidade de pasta passa a um grão de ervilha cru”, orienta o pediatra Moises Chencisnki.
 

Colunas

Contraponto