Prazo para solicitar voto em trânsito termina nesta quinta

Para isso, o eleitor deve comparecer em qualquer cartório eleitoral com um documento oficial com foto e indicar o local em que pretende votar

Comentar
Compartilhar
23 AGO 2018Por Folhapress08h30
Não há cobrança de taxas para solicitar o voto em trânsito, que no estado de São Paulo será realizado em 54 municípiosNão há cobrança de taxas para solicitar o voto em trânsito, que no estado de São Paulo será realizado em 54 municípiosFoto: Agência Brasil

Termina nesta quinta-feira (23) o prazo para os eleitores com cadastro eleitoral regular e que tenham previsão de estar fora do domicílio eleitoral no dia 7 e/ou 28 de outubro -data do primeiro e segundo turno- solicitarem o chamado voto em trânsito, realizado em capitais e municípios com mais de 100 mil eleitores.

Para isso, o eleitor deve comparecer em qualquer cartório eleitoral com um documento oficial com foto e indicar o local em que pretende votar. Na cidade de São Paulo estão disponíveis dois locais, no bairro da Liberdade e do Vergueiro. Ao finalizar o atendimento, o eleitor recebe um protocolo que deve ser utilizado no dia da votação.

Não há cobrança de taxas para solicitar o voto em trânsito, que no estado de São Paulo será realizado em 54 municípios.

Quem estiver fora do estado do domicílio eleitoral poderá votar em trânsito apenas para presidente da República. Caso o eleitor esteja em trânsito em outro município, mas dentro do estado em que tem domicílio eleitoral, poderá votar para todos os cargos em disputa nestas eleições (presidente, governador, senador, deputado federal e estadual).

Nas eleições de 2014, 25.504 eleitores solicitaram o voto em trânsito em um dos 27 municípios paulistas que tiveram seções para essa modalidade de voto. Destes, 11.175 solicitaram votar em trânsito na cidade de São Paulo.