Jorge Caruso garante aliança com PSDB

Em visita à Redação do Diário do Litoral com o vereador Banha, o deputado diz que o PMDB manterá acordo com os tucanos nas eleições

Comentar
Compartilhar
03 JUN 2016Por Carlos Ratton11h30
O deputado e secretário estadual do PMDB disse que não pode ser contrário à decisão dos membros do partido em SantosO deputado e secretário estadual do PMDB disse que não pode ser contrário à decisão dos membros do partido em SantosFoto: Matheus Tagé/DL

O deputado estadual Jorge Caruso, secretário estadual do PMDB, garantiu ontem em visita ao Diário do Litoral, acompanhado do vereador Antônio Carlos Banha Joaquim – único parlamentar do partido na Câmara de Santos – a manutenção da aliança com o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), visando as próximas eleições.

“O PMDB de Santos teve e continua tendo uma parceria com a atual Administração e vem numa linha bastante construtiva, mesmo depois do partido ter perdido dois vereadores. Mas isso não vai impedir a manutenção da aliança com a PSDB na Cidade”, disse.

O deputado, cuja esposa é santista, revela que respeita a oposição que vem ganhando musculatura no Município, mas que vem consultando as bases santistas do partido, que ocupam cargos nas secretarias municipais, na Câmara com o vereador Banha e pré-candidatos a vereador “favoráveis a manutenção da aliança. Então, não posso ir contra um acordo político desenhado em agosto do ano passado. Temos palavra e honramos compromisso”, completa.

Sob o discurso crítico do vereador Banha, mesmo sendo da base aliada, o deputado revela que é uma característica do vereador, que faz o mesmo com o próprio partido. “O fato de ele (Banha) adotar uma postura crítica não tira a legitimidade de se manter como parceiro. Parceiro não é aquele que vive dizendo amém, mas o que mostra as falhas e aponta soluções”, explica, enfatizando que os vereadores que foram para o PSDB devem ter seus motivos.

Sobre a falta de cobrança ao governador Geraldo Alckmin pelos deputados da região sobre problemas como segurança pública, travessias das balsas e situação do Hospital Guilherme Álvaro, entre outras, o deputado foi comedido. “Para conversar como o governador tem que ter um jeito especial. Minha esposa é daqui e, por isso, tenho um carinho pela cidade. Vou reforçar os pedidos de Santos e região”, garante.         

Numa conjuntura nacional, o deputado ressalta que presidente interino Michel Temer tem muito que fazer e que a população está mais atenta a tudo que ocorre por conta da Internet. “Ele representa a esperança de uma possível mudança, principalmente na recuperação da economia, que não ocorrerá da noite para o dia e que vai demandar sacrifícios”.