Ao culpar Covid, Bolsonaro diz que Brasil está quebrado e não pode fazer nada

O presidente ainda afirmou que a pandemia tem sido 'potencializada pela mídia'

Comentar
Compartilhar
05 JAN 2021Por Gazeta de S. Paulo17h37
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem declarado que o País não tem condições de manter o auxílio emergencialFoto: Alan Santos/PR

Para apoiadores, presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (5), em seu primeiro dia de trabalho em 2021, que o Brasil está quebrado e que não pode fazer nada. Além disso, culpou a Covid-19 e disse que a pandemia tem sido "potencializada pela mídia".

"Chefe, o Brasil está quebrado, eu não posso fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado por essa mídia que nós temos. Essa mídia sem caráter. É um trabalho incessante de tentar desgastar para tirar a gente daqui e atender interesses escusos da mídia", disse Bolsonaro para um grupo de apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

A ampliação da isenção do IR é uma das promessas de campanha de Bolsonaro que nunca saíram do papel.

As declarações de Bolsonaro foram transmitidas por um site bolsonarista.O presidente tem declarado que o País não tem condições de manter o auxílio emergencial –encerrado em 31 de dezembro– por conta do cenário fiscal e do aumento do endividamento com gastos gerados no enfrentamento do coronavírus.
Ele também tem culpado políticas de isolamento social adotadas por governadores como corresponsáveis pela crise econômica do país.

Na segunda-feira, o presidente fez piada com o uso de máscara, defendida por especialistas como importante para conter a disseminação do vírus. Em tom irônico, o Bolsonaro disse que usou o equipamento enquanto mergulhou no recesso no litoral paulista para "não pegar Covid nos peixinhos".