Rota e PMs em motocicletas reforçam a Operação Verão

O efetivo da ação, que acontece nos 15 municípios do litoral do Estado de São, Paulo subiu de 2.542 para 2.727 agentes

Comentar
Compartilhar
09 JAN 201514h08

O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, anunciou que 185 policiais militares reforçam a Operação Verão desde terça-feira (6). A medida tem participação da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), COE (Comando de Operações Especiais) e PMs de outras unidades em motocicletas – que têm um deslocamento ágil, mesmo em caso de congestionamentos.

O efetivo da ação, que acontece nos 15 municípios do litoral do Estado de São, Paulo subiu de 2.542 para 2.727 agentes. O anúncio foi feito em Santos, após reunião de Moraes com os chefes das polícias na Baixada Santista, nesta sexta-feira (9).

“A Baixada Santista merece uma atenção especial, principalmente em virtude deste período do ano em que paulistas de todas as regiões estão aqui. A Operação Verão vai prosseguir até depois do Carnaval para garantir a segurança de todos”, afirmou o secretário. A Operação Verão começou em 26 de dezembro.

Além do reforço da Rota e do COE na operação, há também PMs da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas) do 2º Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq), do Comando de Policiamento Trânsito (CPTran) e outros policiais viabilizados por meio da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (DEJEM).

 185 policiais militares reforçam a Operação Verão desde terça-feira (6) (Foto: Luiz Torres/DL

A Polícia Civil também vai intensificar as investigações na região, com um helicóptero Pelicano e mais 36 viaturas para o Departamento de Polícia Judiciária do Interior 6 (Deinter 6), que abrange toda a Baixada Santista, além do Vale do Ribeira.

Operação Verão

A Operação Verão reforça o efetivo das polícias com o objetivo de aumentar a segurança nas estradas de acesso ao litoral, cidades litorâneas, represas e terminais de passageiros que tem movimento intensificado durante a estação.

Pela primeira vez, a ação terminará após as festividades de Carnaval, no dia 18 de fevereiro, nos municípios do litoral: Bertioga, Cananéia, Caraguatatuba, Guarujá, Iguape, Ilha Bela, Ilha Comprida, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Sebastião, São Vicente e Ubatuba.