Assessor do Metrô de SP é detido por tirar fotos sob saia de jovem

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), a jovem foi avisada por outra mulher de que o arquiteto Eduardo Maggi, 63 anos, estava usando o celular para tirar fotos dela enquanto subia uma das escadas rolantes dentro da estação.

Comentar
Compartilhar
31 MAR 2018Por Folhapress13h15
De acordo com o boletim de ocorrência, a estudante exigiu ver as imagens do celularFoto: Fotos Públicas

Um assessor executivo do Metrô foi detido acusado de tirar fotos por baixo da saia de uma estudante de 22 anos que andava pela estação Vila Mariana da linha 1-azul, no último dia 16.

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), a jovem foi avisada por outra mulher de que o arquiteto Eduardo Maggi, 63 anos, estava usando o celular para tirar fotos dela enquanto subia uma das escadas rolantes dentro da estação.

De acordo com o boletim de ocorrência, a estudante exigiu ver as imagens do celular, já que teria reconhecido as próprias roupas na tela do aparelho.

Diante da recusa do arquiteto em mostrar o celular, a jovem então chamou os seguranças do Metrô, que detiveram o engenheiro. Antes de ser detido, porém, segundo o que a estudante declarou à polícia, Maggi teria tentado apagar as fotos do celular.

Maggi foi levado à 2ª Delegacia de Defesa da Mulher, na Vila Clementino (zona sul), onde foi acusado de importunação ofensiva ao pudor, previsto na Lei das Contravenções Penais. A pena pode ser o pagamento de multa.

Ouvido pela polícia, ele assinou termo circunstanciado (registro de ocorrências de menor gravidade) e foi liberado. O assessor ainda entregou o celular à polícia. O aparelho passará por perícia para apurar se há fotos da estudante e se elas foram apagadas.