ELEIÇÕES 2022

Márcio França diz que empresários estão deixando de apoiar Bolsonaro

De acordo com pré-candidato ao Senado, 'empresários grandes' que eram a favor do atual governo estão mudando devagar de pensamento

Bruno Hoffmann

Publicado em 01/08/2022 às 14:11

Atualizado em 01/08/2022 às 14:14

Compartilhe:

Márcio França e Fernando Haddad / Divulgação

O ex-governador e pré-candidato a Senado Márcio França (PSB) afirmou nesta segunda-feira que empresários importantes estão deixando de apoiar o presidente Jair Bolsonaro (PL). 

"Empresários grandes, pessoas que convivo também e que eram a favor do atual governo estão mudando devagar o pensamento. Todo mundo pode ter sua mágoa, mas, na hora de separar, separa quem é a favor da democracia e quem não é", escreveu França, pelo Twitter.

Pesquisa Datafolha divulgada em 23 de junho revelou que o atual presidente tem vantagem de votos entre os eleitores com maiores rendas e empresários. No grupo das pessoas com renda superior a 10 salários mínimos, Bolsonaro tem 47% das intenções de voto.

Já Márcio França lidera de forma isolada a corrida pela única vaga ao Senado que estará em disputa por São Paulo na eleição deste ano, segundo levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisa e divulgado nesta segunda (1º).

A princípio, ele desejava ser candidato ao Governo de São Paulo, mas foi convencido pela cúpula petista a apoiar Fernando Haddad (PT)  e buscar o cargo ao Senado.
 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Confira o resultado da Lotofácil no concurso 3158, nesta quinta (18)

O prêmio é de R$ 1.700.000,00

Cotidiano

Confira o resultado do Dia de Sorte no concurso 940, nesta quinta (18)

O prêmio é de R$ 2.200.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter