X
Mundo

Secretário de Trump afirma que muro deve ficar pronto em dois anos

O presidente dos Estados Unidos encarregou John Kelly de supervisionar a construção da barreira

John Kelly disse que espera que o muro na fronteira com o México esteja concluído em dois anos / Associated Press

O secretário de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Kelly, disse nesta quinta-feira (2) esperar que o muro na fronteira com o México esteja concluído em dois anos e que a construção deve começar nos próximos meses.

"O muro será construído primeiro onde ele é necessário, e então será completado", afirmou Kelly em entrevista à rede Fox News. "Eu realmente espero fazer isso nos próximos dois anos."

O presidente Donald Trump encarregou Kelly de supervisionar a construção da barreira, uma das principais promessas de campanha do republicano. O secretário visitou a fronteira na quarta-feira (1°), no Estado do Texas.

Também nesta quinta, Trump afirmou que gostaria de acelerar a renegociação do Nafta, acordo de livre comércio entre EUA, México e Canadá.

"Vocês são os caras que podem fazê-lo", disse o presidente em reunião com senadores republicanos. Ele voltou a criticar o acordo, chamando-o de "catástrofe" para os empregos americanos, mas não especificou como pretende renegociá-lo.

Para financiar a construção da muralha, Trump planeja impor uma tarifa de 20% sobre todos os produtos importados do México.

Questionado na entrevista sobre o financiamento, Kelly respondeu que tem confiança de que dinheiro não será problema. "Acho que o financiamento virá relativamente rápido e, como eu disse, nós vamos construir ele primeiro de acordo com os homens e mulheres que trabalham na fronteira."

Segundo o secretário, alguns trechos do muro podem ser transparentes. "Haverá um muro físico e também partes através das quais você pode ver com a ajuda de sensores e outras tecnologias", disse, sem dar detalhes.

Tensão

As declarações de Kelly são dadas uma semana após o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, cancelar uma viagem a Washington, e Trump afirmar que não iria mais discutir publicamente o muro.

O presidente americano chegou a dizer que "o encontro seria inútil se o México não trata os Estados Unidos com respeito".

De acordo com a Associated Press, Trump ameaçou invadir o México durante conversa por telefone com Peña Nieto, logo após o anúncio do cancelamento da visita.

"Você tem um monte de 'bad hombres' aí embaixo. Você não está fazendo o suficiente para pará-los. Acho que seus militares estão com medo. Os nossos não, então eu posso mandá-los aí para baixo para cuidar deles."

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Bora fazer um bolão? Mega-Sena acumula prêmio em R$ 37 milhões

A quina teve 37 apostas ganhadoras e cada uma receberá R$ 75.710, 54

São Vicente

Demanda antiga da população, Rua Maria Pacheco Nobre recebe novo asfalto

Localizada no bairro Náutica III, via também passou por obras de drenagem, que vão melhorar o escoamento das águas pluviais

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software