Ministro da Defesa da Venezuela cita 'golpe' e diz que Maduro é presidente legítimo

Vladimir Padrino disse que os Estados Unidos e outros governos estão efetuando uma guerra econômica contra o país

Comentar
Compartilhar
24 JAN 2019Por Folhapress17h45
Vladimir Padrino disse que Nicolás Maduro é o 'presidente legítimo' do paísFoto: Associated Press

Após o presidente do Parlamento, Juan Guaidó, se autoproclamar presidente interino do país, o ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino, disse nesta quinta-feira (24) que Nicolás Maduro é o "presidente legítimo" do país e que a oposição está dando um golpe de estado.

Padrino disse que os Estados Unidos e outros governos estão efetuando uma guerra econômica contra a Venezuela, nação com as maiores reservas de petróleo do mundo.

"Alerto o povo da Venezuela que se está efetuando um golpe de Estado contra a institucionalidade, contra a democracia, contra nossa Constituição, contra o presidente Nicolás Maduro, presidente legítimo", afirmou, ao lado de toda a cúpula militar.

Colunas

Contraponto