X
Esportes

Levir Culpi conversa com Santos por telefone e analisa tempo de contrato

O treinador, que está em sua casa, em Curitiba, espera assinar um acordo até o fim de 2018. Por conta das eleições, o Peixe ofereceu contrato até o fim de 2017

Levir Culpi conversa com Santos por telefone e analisa tempo de contrato / Getty Images

Principal alternativa do Santos para assumir o lugar do técnico Dorival Júnior, Levir Culpi já tem em mãos uma proposta oficial. De acordo com apuração do Diário do Litoral, ele está em sua casa, em Curitiba, e vem conversando com dirigentes por telefonemas para ajustar os últimos detalhes.

O único entrave é o tempo de contrato. Por conta das eleições presidenciais em dezembro deste ano, o presidente Modesto Roma Júnior ofereceu um contrato até o fim do ano. Levir, no entanto, deseja uma maior estabilidade no cargo e pretende assinar um acordo ao menos até o fim de 2018.

Por conta do problema, os dirigentes do Peixe se reunirão na Vila Belmiro na tarde desta segunda-feira (05). Eles buscam alternativas para convencer o treinador a aceitar a proposta. Em relação ao salário, está tudo acertado. O valor oferecido gira em torno de R$ 250 mil, além de bonificações.

As partes têm pressa para um acerto e esperam definir a situação ainda nesta segunda-feira. Caso o acordo seja sacramento, Levir não estará à disposição contra o Botafogo, na próxima quarta, pela quinta rodada do Brasileirão. Ele ainda precisaria vir à Baixada Santista para assinar o contrato.

Certo mesmo é que o auxiliar-técnico Elano ficará no comando da equipe para o jogo contra os cariocas. Ele vinha sendo um homem de confiança de Dorival Júnior, tem grande influência sobre o grupo e já iniciará os trabalhos da semana com o grupo, no CT Rei Pelé.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Baixada viverá semana de muito frio com massa de ar polar sobre a Região

A massa de ar polar está se deslocando para a Região e deve dar as caras por aqui já nessa segunda-feira, dia 16

Cotidiano

'Diabão' de Praia Grande não conhece a palavra 'limite' e faz moicano de pinos metálicos implantados

No Instagram, Diabão destacou que as peças de metal foram fixadas no couro cabeludo, da região da testa até o topo da cabeça

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software