Banner gripe

“Jovem interessante”, diz Muricy sobre Felipe Anderson

As críticas ao futebol ‘lento e pouco objetivo’ de Felipe Anderson não existem mais por parte do técnico do Santos

Comentar
Compartilhar
26 NOV 201217h28

O interesse declarado do Milan no futebol do meio-campista de 19 anos elevou o atual camisa 10 a um novo patamar dentro do clube. Nem o sonho em repatriar Robinho para 2013 faz o Peixe, em busca de concorrentes para o setor, abrir mão deste jogador, alçado ao time titular após a venda de Paulo Henrique Ganso para o São Paulo.

“Tomara que venha o Robinho e não volte o Felipe”, resumiu o técnico do Santos logo após o empate por 1 a 1 diante do Corinthians, partida em que o camisa 10 marcou o gol do Santos após boa tabela com André. 
 
Satisfeito pelo final de temporada do meia, Muricy acha que o interesse de equipes do futebol europeu é perfeitamente natural. As negociações entre Santos e Milan, no entanto, ainda não foram abertas.
 
“Eles (dirigentes do Milan) estão acompanhando nosso time porque sabem que temos jovens interessantes, e o Felipe é um deles. Eles foram na Vila Belmiro e devem ter visto o Arouca arrebentar também. Cada vez que eles virem um jogo vão querer levar o meu time, mas é difícil falar”, garantiu Muricy quando foi questionado sobre a possibilidade de liberar Felipe Anderson para ter Robinho na próxima temporada.
 
Felipe Anderson, por sua vez, reconhece que o interesse do Milan em seu futebol apenas valoriza a condição de referência no meio-campo do Santos. Sem temer a provável concorrência que terá no setor em 2013 – o argentino Montillo está próximo de um acerto – o jovem de 19 anos está empolgado para a partida contra o Palmeiras, no próximo final de semana, e principalmente para a próxima temporada.
 
“Você jogando no Santos e vestindo essa camisa sabe que o Brasil e o mundo estão de olho em você. Agora que o Milan afirmou a proposta isso é uma motivação maior para mim, não para sair, mas para o País inteiro pensar: ‘quem é esse menino?’. Estou animado, porque todo mundo estava pedindo vontade, eu vi que estava faltando e coloquei em prática o que o Muricy pediu. Agora é bola pra frente”, relatou Felipe Anderson, em tom de otimismo.

Felipe Anderson marcou o gol do Santos no empate por 1 a 1 diante do Corinthians, neste sábado (24) (Foto: Ricardo Saibun)

Colunas

Contraponto