Desfalcado, Santos visita o Coritiba em busca da primeira vitória

Como opção tática, Oswaldo estuda escalar Alan Santos no lugar de Geuvânio, que não ficou nenhuma vez no banco de reservas nesta temporada

Comentar
Compartilhar
26 ABR 201412h02

Após empatar por 1 a 1 na estreia do Campeonato Brasileiro, em casa, contra o Sport, no último domingo, o Santos volta a campo neste sábado. Ainda tentando superar a desconfiança pela perda do título paulista para o Ituano, o Peixe enfrentará o Coritiba, às 18h30 (de Brasília), no estádio Couto Pereira, localizado na capital paranaense.

“A gente tem uma forma de jogar tanto fora de casa quanto dentro. Jogamos o Paulista assim e estamos preparados tanto para atacar quanto para defender”, disse o lateral direito Cicinho.

Além do zagueiro Neto, que lesionou a coxa direita na primeira rodada, o técnico Oswaldo de Oliveira não contará com o volante Arouca – que sente incômodo na posterior da coxa esquerda – e com o lateral esquerdo Mena – que se recupera de inflamação no tendão de Aquiles.

A tendência é que Jubal, Emerson e Alison ocupem as vagas abertas pelos lesionados. Como opção tática, Oswaldo estuda escalar Alan Santos no lugar de Geuvânio, que não ficou nenhuma vez no banco de reservas nesta temporada.

Por sua vez, o técnico Celso Roth também terá problemas para armar o Coritiba. O meia Alex segue se recuperando de uma lesão na panturrilha, e só deve reaparecer na terceira rodada. Em compensação, uma das principais contratações do inicio de temporada deve começar a ganhar sequência. O atacante Zé Love trenou entre os titulares após um período de recuperação física e será a principal novidade, retornando exatamente diante de seu ex-time, pelo qual conquistou, entre outros títulos, a Copa Libertadores de 2011.

Após empatar por 1 a 1 na estreia do Campeonato Brasileiro, em casa, contra o Sport, no último domingo, o Santos volta a campo neste sábado (Foto: Divulgação)

Com uma meta de seis vitórias, no mínimo, até a parada para a Copa do Mundo, o comandante coxa-branca sabe da importância de não tropeçar dentro de casa, o que aumenta a responsabilidade do Alviverde na partida. “No Campeonato Brasileiro de pontos corridos, é fundamental a vitória dentro de casa. Por isso é importante que o torcedor acredite no trabalho que estamos fazendo e nos ajude a conquistar as vitórias no Couto Pereira”, avaliou Roth.

Apesar da supremacia do Santos na história do confronto pelo Brasileiro (18 vitórias, contra 10 do Coxa), os paranaenses venceram o último duelo, disputado no Couto Pereira, em outubro do ano passado. Julio César anotou o gol que decretou a vitória do Coritiba por 1 a 0.