Futuros professores têm até hoje para fazer inscrição em programa de residência

Secretaria da Educação abre 9 mil vagas para o Residência Educacional

Comentar
Compartilhar
24 SET 201310h08

As inscrições para o processo seletivo do Programa Residência Educacional, da Secretaria da Educação do Estado, encerram às 18h desta terça-feira, dia 24. Os participantes poderão ser futuros professores da rede estadual e o objetivo aproximar os estudantes de licenciatura do cotidiano das escolas estaduais, com toda a supervisão dos gestores da Secretaria.

Os interessados ainda podem fazer o cadastro pela internet e a prova está prevista para outubro. Mais informações no Portal da Educação www.educacao.sp.gov.br. Para 2014, estão disponíveis 9 mil vagas, distribuídas em 1.373 escolas de 44 Diretorias Regionais de Ensino do Estado. Criado este ano, o modelo de estágio pioneiro no País oferece bolsas de R$ 600 para os universitários terem a primeira experiência no ensino.

Inspirado na residência médica, o programa da Educação possibilita que o universitário participe de todas as atividades escolares, inclusive na sala de aula e na programação pedagógica, sempre em conjunto com o professor titular. O estudante selecionado atua por 12 meses na escola e o prazo pode ser renovado por igual período. Além do aprendizado na prática, o residente recebe bolsas mensais de R$ 420 e auxílio-transporte de R$ 180.

“O Programa Residência Educacional aproxima o futuro professor da educação pública. É um papel novo na estrutura de ensino paulista, que interage com as universidades e agrega qualidade tanto na formação do professor quanto do aluno", afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

 Os participantes poderão ser futuros professores da rede estadual (Foto: Divulgação)

A participação no programa, voltado para o Ensino Fundamental e Médio, é válida como as horas de estágio obrigatórias para os cursos universitários de licenciatura. Desde agosto, quando projeto começou, já estão atuando na rede estadual 900 alunos de cursos como História, Ciências Biológicas, Matemática e Letras, de cerca de 90 instituições de ensino superior diferentes. A carga horária diária é de até 6 horas, não ultrapassando 15 horas semanais.