X

Nacional

Ação seleciona projetos para enfrentamento de mudanças climáticas na Baixada

Encontro vai contar ainda com encontros, oficinas e espaços de construção coletiva. Inscrições vão até o dia 19 de abril

Da Reportagem

Publicado em 18/04/2024 às 18:27

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Cada selecionado receberá uma bolsa de R$ 500, alimentação e transporte para os dias de atividades presenciais, além de outros recursos para viabilizar os protótipos, que serão decididos durante a primeira etapa do projeto e contemplarão três categorias / Divulgação

Estão abertas as inscrições para o LAB Narrativas Climáticas - Baixada Santista, cuja realização é em parceria entre o Instituto Procomum (IP) e a organização africana Surge Africa. A iniciativa tem como foco a inovação cidadã que visa selecionar propostas voltadas ao enfrentamento dos impactos causados pelas mudanças climáticas na região.

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

Por meio de uma chamada pública, que permanecerá aberta até 19 de abril, serão selecionadas 14 pessoas residentes na Baixada Santista, maiores de 18 anos, impactadas diretamente por problemas decorrentes da questão ambiental ou com histórico no desenvolvimento de soluções relacionadas às ações climáticas.

As inscrições podem ser feitas pelo link. O grupo atuará no desenvolvimento de três protótipos que possam contribuir com o levantamento e organização de dados, divulgação de informações úteis à sociedade e projetos que tenham a defesa da vida e da dignidade como foco diante de tantos desafios em curso.

Cada selecionado receberá uma bolsa de R$ 500, alimentação e transporte para os dias de atividades presenciais, além de outros recursos para viabilizar os protótipos, que serão decididos durante a primeira etapa do projeto e contemplarão três categorias: ativismo digital, internet e cooperação internacional, especialmente entre o Brasil e países africanos; dados e ciência comum, voltada para a democratização do acesso à informação e produção de conhecimento aberto e colaborativo; e narrativas, arte e ativismo, com o uso de linguagem artística para criação de obra ou fortalecimento de coletivo artístico que já realiza ações voltadas para as mudanças climáticas.

O IP estimula a participação de lideranças comunitárias e moradores de áreas atingidas pelas chuvas, profissionais e estudantes universitários de áreas como gestão ambiental, arquitetura, design, comunicação e ciências sociais, entre outros. Além disso, busca fortalecer, ações e criações de mulheres, afrodescendentes, indígenas e população LGBTQIPN+.

Etapas

Três iniciativas escolhidas em decisão colaborativa entre os próprios participantes, já na primeira etapa do projeto, serão realizadas durante o LAB. Para isso, o grupo contará com apoio de metodologias de facilitação tanto na definição, como na execução das propostas.
A atividade terá uma imersão inicial com a participação de mentores e convidados, além de seminário e oficinas  entre os dias 8 e 11 de maio, na sede do Lab Procomum (R. Sete de Setembro, 52 – Vila Nova – Santos). 
A partir destes primeiros encontros, cada grupo organizará o desenvolvimento de seu protótipo, contando com a estrutura do LAB Procomum e mentorias pré-agendadas.

"Vivemos em uma região altamente impactada pelas mudanças climáticas. Tanto pelo aumento do nível do mar, pelas fortes chuvas que ameaçam a vida e a dignidade das pessoas com deslizamentos e enchentes, e também pelos impactos das atividades industriais e portuárias. Com o LAB Narrativas Climáticas, queremos criar protótipos que causem impacto nos meios de comunicação, nas ruas e nos poderes público e privado", afirma Isabella Luz, Gerente de Comunicação e Desenvolvimento Institucional do Instituto Procomum.

Desde 2019 o Instituto Procomum atua no fortalecimento de ideias, projetos e intervenções ligados à adaptação climática, centrando esforços nas pessoas que mais sofrem com seus efeitos. No ano passado, por exemplo, foi realizado o LAB Tempestade – Baixada Santista, que resultou na criação de quatro projetos: Mangue Lambe (colagem de lambes informativos na área continental de São Vicente);  Vigilante Temporal (articulação comunitária e instalação de dispositivo automatizado com sensores de alerta para níveis de chuva), Escuta-Clima (encontros e oficinas a partir da cultura de prevenção); e um Manual Prático de Permeabilidade Urbana.
Sobre o Instituto Procomum

Organização sem fins lucrativos que trabalha para ativar e participar de redes cujo foco é promover a transformação social e inventar um mundo centrado na reprodução da vida e  do cuidado. Mais informações no link.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Sobre o Surge Africa

Organização africana que atua em países como Nigéria, Quênia, Gana e África do Sul, realizando programas adaptados para promover estrategicamente a resiliência climática. Mais informações no link 

LAB Narrativas Climáticas - Baixada Santista

Inscrições até 19 de abril:
https://lab.procomum.org/lab-narrativas-climaticas.
Realização: Instituto Procomum 
Apoio: LAB Procomum
Parceria: Surge Africa
 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Suspeitos de lavagem de dinheiro para o PCC são presos em Praia Grande

Segundo investigações, o trio comandava um esquema de fraudes para lavar dinheiro do tráfico de drogas, utilizando imóveis e contas em bancos digitais

Esportes

O futebol continua! Veja os campeonatos que não terão paralisação

Times gaúchos estão envolvidos nos principais torneio do futebol brasil

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter