Oposição da Síria adia reunião para discutir Genebra II

"Não fazia muito sentido que nosso comitê político se encontrasse sem a presença do comitê presidencial" liderado pelo chefe da Coalizão Ahmad Jarba, afirmou Nashar

Comentar
Compartilhar
21 OUT 201313h01

 A Coalizão Nacional Síria adiou uma reunião interna para o começo de novembro, quando deverá discutir e tentar chegar a uma posição comum da oposição sobre a participação na conferência de paz internacional conhecida como Genebra II.

"Nossos encontros do comitê político e da assembleia geral em Istambul foram adiados para até o início de novembro", disse o membro da Coalizão Nacional Samir Nashar. O encontro do grupo estava inicialmente marcado para esta semana, contudo o grupo de países conhecido como Amigos da Síria, que apoiam a revolta contra o presidente Bashar Assad, agendou uma conferência para esta terça-feira em Londres e levou ao adiamento da reunião do grupo.

"Não fazia muito sentido que nosso comitê político se encontrasse sem a presença do comitê presidencial" liderado pelo chefe da Coalizão Ahmad Jarba, afirmou Nashar.

Jarba deve participar do encontro em Londres, durante o qual os Amigos da Síria visam chegar a um acordo sobre a estrutura das conversas de Genebra II.

Os Amigos da Síria, que apoiam a revolta contra o presidente Bashar Assad, agendaram uma conferência para esta terça-feira (Foto: Divulgação)

A Coalizão está profundamente dividida sobre Genebra II. Um dos principais blocos da oposição, o Conselho Nacional Sírio se recusa a iniciar qualquer conversa com o regime a não ser que o presidente Bashar Assad renuncie ao cargo.

Mas Nashar disse que há "pressão internacional" sobre uma possível mudança da posição do Conselho Nacional Sírio.