Atentado com caminhão-bomba mata 31 pessoas na Síria

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos disse que o número de vítimas pode aumentar, já que "há dezenas de feridos, alguns deles em estado crítico"

Comentar
Compartilhar
20 OUT 201315h18

Um atentado provocou a morte hoje (20) de 31 pessoas em Hama, Síria, quando um homem detonou explosivos que transportava em um caminhão, ao chegar em um ponto de controle do Exército na cidade, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos. A organização, sediada em Londres, disse que o número de vítimas pode aumentar, já que "há dezenas de feridos, alguns deles em estado crítico".

"Pelo menos 31 pessoas, incluindo tropas do regime, foram mortas quando um homem detonou um caminhão cheio de explosivos em um ponto de controle perto de uma empresa de veículos agrícolas na estrada que liga Hama a Salamiyeh", informou a organização não governamental.

Segundo a agência de notícias oficial Sana, que trata o episódio como um "ataque terrorista suicida", o caminhão estava carregado com 1,5 tonelada de explosivos e foi detonado no momento em que passava um veículo que transportava botijões de gás butano, que também explodiu. O atentado danificou mais de 20 carros e fez estragos em edifícios e lojas da área.

Um atentado provocou a morte hoje (20) de 31 pessoas em Hama (Foto: Associated Press)

A Síria vive um conflito armado que começou em março de 2011 quando o regime do presidente Bashar Al Assad reprimiu violentamente protestos pró-democracia no país, inspirados nas revoltas da Primavera Árabe. Estima-se que mais de 115.000 pessoas tenham morrido no conflito, que já forçou milhões de pessoas a fugir do país como refugiados e deixou centenas de milhares bloqueadas no interior.