Máquinas estão paradas na Subprefeitura de São Vicente

Denúncia é do vereador Perivaldo do Gás. Ele relata que o problema vem ocorrendo desde janeiro. Entulho se espalha por ruas e avenidas da Área Continental

Comentar
Compartilhar
06 MAI 201511h12

O entulho que se espalha pelas ruas e avenidas da Área Continental de São Vicente tem como causa a paralisação de máquinas, que se encontram estacionadas por falta de combustível na Subprefeitura desta região. Quem mais uma vez faz esta denúncia é o vereador Perivaldo Oliveira Santana, o Perivaldo do Gás (PSB).

Segundo o parlamentar, o problema vem ocorrendo desde janeiro. Ele já tinha alertado a Administração Municipal, mas as máquinas, escavadeiras e retroescavadeiras, continuam sem uso, na garagem da Suprefeitura.

Na manhã de ontem, Perivaldo do Gás foi mais uma vez ao órgão e constatou as máquinas paradas, e encaminhou fotos para a Redação do Diário do Litoral. “Não vou mais aturar este descaso com a população que paga seus impostos”.

Ele quer explicações da empresa responsável pelos veículos sobre a razão deles não estarem atuando no recolhimento de entulho das ruas.

Apesar da negação da Prefeitura vicentina, máquinas estão paradas na Suprefeitura (Foto: Assessoria do vereador Perivaldo do Gás)

Perivaldo chegou a denunciar a paralisação das máquinas, em janeiro, em um vídeo postado em sua página no Facebook. “Isto tem um custo para os moradores da região”, alertava. E desde então vem cobrando da Prefeitura a solução para o problema.

Obra parou

O vereador do PSB também quer saber a razão da falta de avanço da obra de urbanização de uma praça do Humaitá, onde fica a parada final dos ônibus, que deveria receber também um conjunto poliesportivo

Resposta

Questionada pelo Diário do Litoral, a Subprefeitura da Área Continental negou a paralisação de serviços. “O abastecimento de combustível é de responsabilidade dos proprietários das retroescavadeiras e escavadeiras”, limitou-se a informar a nota encaminhada à Redação.

Ainda segundo a Assessoria de Imprensa da Administração Municipal, “os veículos da frota oficial e os que são de responsabilidade do Município são abastecidos regularmente pela Secretaria de Transportes (Setrans)”.