Japão investiga ameaças de morte à embaixadora norte-americana

De acordo com a imprensa japonesa, as ameaças de morte ocorreram no mês passado, e vieram de uma pessoa que falava inglês ao telefone

Comentar
Compartilhar
18 MAR 201517h12

A polícia do Japão investiga ligações de telefone para a Embaixada dos Estados Unidos em Tóquio que ameaçam assassinar a embaixadora Caroline Kennedy e Alfred Magleby, cônsul-geral de Okinawa.

De acordo com a imprensa japonesa, as ameaças de morte ocorreram no mês passado, e vieram de uma pessoa que falava inglês ao telefone. A polícia investiga a possibilidade de chantagem. Nenhum outro detalhe foi divulgado.

A polícia local não quis comentar o caso. A embaixada também não se pronunciou, como medida de proteção à embaixadora. Na ilha de Okinawa estão metade dos 50 mil soldados das tropas americanas baseadas no Japão.