Banner gripe

Centro Português apresenta orquestra e coral com repertório histórico no domingo

Essa é a primeira vez que o teatro do Centro Cultural Português recebe uma orquestra

Comentar
Compartilhar
16 ABR 2018Por Da Reportagem20h31
Centro Português apresenta orquestra e coral com repertório histórico no sábadoFoto: Divulgação

Peças de Haydn, Mozart e Sigismund von Neukomm integram o programa As favoritas de D. João VI, a ser apresentado pela Orquestra Sinfônica Jovem e Coral Universitário, da Universidade Católica de Santos, domingo (22), às 16h30, no Teatro Armênio Mendes (R. Amador Bueno, 188, Centro Histórico). Entrada franca.

Essa é a primeira vez que o teatro do Centro Cultural Português recebe uma orquestra - fechado em 1979 e reinaugurado, após recuperação, em 1º de dezembro passado, o palco foi ocupado, em março, pela peça Fernando em Pessoas, monólogo com Fernando Silveira. A partir deste mês, o prédio histórico, único em estilo neomanuelino do Estado de São Paulo, passa a integrar o roteiro da Linha Conheça Santos, promovido aos finais de semana e feriados pela Secretaria de Turismo.

As composições escolhidas para o programa fazem parte do repertório musical apresentado na Corte Real entre 1808 e 1821, quando da chegada do então príncipe regente dom João Maria de Bragança (posteriormente d. João VI) ao Rio de Janeiro. No programa estão ainda obras de Marcos Portugal e do padre brasileiro José Maurício Nunes Garcia.

TRANSFERÊNCIA 

Sem condições militares para fazer frente ao exército de Napoleão Bonaparte, imperador da França, a Corte Real portuguesa, acompanhada inicialmente por 15 mil pessoas, transferiu-se para o Brasil em 1808, onde permaneceu por 13 anos. O Rio, à época capital do Estado do Brasil, como então se chamava a colônia, foi, durante esse período, capital do Reino de Portugal. Com a queda do império napoleônico, d. João VI retorna à Europa em 1821, ficando no Brasil o príncipe regente d. Pedro, que proclamaria a independência no ano seguinte.

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto