Sintrammar comemora seu centenário neste sábado (27)

O presidente do sindicato, Francisco Erivan, diz que apesar da data significativa para toda categoria, não haverá festa, apenas algumas reuniões com antigos e novos associados para relembrar o histórico de luta da categoria.

Comentar
Compartilhar
27 JUL 2019Por Da Reportagem19h01

Uma das mais antigas entidades de trabalhadores do Brasil está em festa. Contando com aproximadamente 19.000 homens que atuam sob o regime de vínculo empregatício e outros 1.450 pelo método avulso, o Sindicato dos Movimentadores de Mercadorias e Cargas em Geral de Santos e Região (Sintrammar) comemora seu centenário de fundação neste sábado (27).
 
Fundada em 27 de julho de 1919 como Sociedade dos Trabalhadores em Café, a entidade foi posteriormente denominada Sindicato dos Operários no Comércio Armazenador, Carregadores e Ensacadores de Café de Santos, e assim ficou nacionalmente conhecida em razão da relevância do Porto de Santos na exportação do produto, considerado na época um dos mais importantes para a economia brasileira. 
 
O presidente do sindicato, Francisco Erivan, diz que apesar da data significativa para toda categoria, não haverá festa, apenas algumas reuniões com antigos e novos associados para relembrar o histórico de luta da categoria que, a exemplo de muitas outras, passa por dificuldades diante do desemprego que assola o País. “Estamos perdendo postos de trabalho e só com o fechamento do terminal portuário da Libre, em Santos, perdemos 800 postos de trabalho que eram ocupados por nossos representados”, explica.

Cearense e oriundo do trabalho avulso como ensacador no porto de Santos, Erivan está na presidência desde o ano 2.000. “Apesar da retração do mercado de trabalho em geral, conseguimos nos últimos anos, bem antes da nova lei trabalhista, ampliar nossa representatividade para toda Baixada Santista, Litoral Norte e Sul com extensão até a divisa dos estados de São Paulo com o Paraná”, menciona o sindicalista, cujo atual  mandato vai até 2021.

Com cerca de 2 mil associados, Erivan cita que o pai do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, Aristides Inácio da Silva (já falecido), é um dos sócios mais ilustres da entidade sindiocal.” À época morador da Rua Minas Gerais nº 275, em Vicente de Carvalho (Itapema), no Guarujá, Aristides carregou muitas sacas de café por mais de duas décadas para sustentar esposa e filhos, entre eles o ex-chefe da Nação”. 

Conclui mencionando que foi o ex-presidente Lula quem, em 27 de agosto de 2009, sancionou a lei 12.023, regulamentando a atividade da antiga e agora centenária categoria.

Colunas

Contraponto