X

Cotidiano

Após operações Escudo e Verão, Tarcísio se compromete para que PM use câmeras

O governo do Estado apresentou um cronograma que estabelece a implementação das câmeras até setembro deste ano

Folhapress

Publicado em 24/04/2024 às 16:28

Atualizado em 24/04/2024 às 18:36

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Tarcísio de Freitas (Republicanos) assumiu o compromisso de que policiais militares usem câmeras / Divulgação/Governo do Estado

O governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) assumiu o compromisso com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, de que policiais militares usem câmeras corporais durante operações no estado de São Paulo.

O governo do Estado apresentou um cronograma que estabelece a implementação das câmeras até setembro deste ano.

No ano passado, a Defensoria Pública estadual e a ONG Conectas Direitos Humanos protocolaram na Justiça paulista uma ação pedindo a obrigatoriedade do uso das câmeras.

As entidades chamaram atenção no processo para relatos de supostas execuções sumárias, tortura e invasão em Guarujá e Santos dentro das operações Escudo e Verão.

A Defensoria requisitou as imagens das câmeras que deveriam estar sendo usadas nos uniformes pelos policiais. Mas não havia imagens disponíveis na maioria das ações com mortes.

A ação policial, que foi desencadeada entre julho e setembro do ano passado, foi uma das mais letais da PM. Ao menos 28 pessoas morreram em 40 dias em supostos confrontos com policiais militares.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

São Paulo empata com o Inter e se mantém no G6

Os gaúchos chegaram a três partidas seguidas sem sofrer gols, enquanto os paulistas cravaram quatro jogos ilesos

Cubatão

Concurso do quadro complementar do Exército segue com inscrições abertas

A ESFCEx tem como intuito formar oficiais em várias áreas de interesse do Exército Brasileiro

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter