X

Polícia

PM retoma Operação Escudo na Baixada após morte de soldado na Imigrantes

Soldado da PM fazia parte do efetivo do 38° Batalhão de Polícia Militar, com sede na região de São Mateus, na zona leste de São Paulo

PAULO EDUARDO DIAS - Folhapress

Publicado em 26/01/2024 às 15:53

Atualizado em 11/03/2024 às 10:07

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Conforme apurado, o local em que o PM foi baleado é ponto um ponto frequente de roubos / Reprodução/TV Globo

Um policial militar foi morto a tiros na altura do km 64 da rodovia dos Imigrantes, em Cubatão, na Baixada Santista, na madrugada desta sexta-feira (26).

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A vítima foi identificada como Marcelo Augusto da Silva. O soldado da PM fazia parte do efetivo do 38° Batalhão de Polícia Militar, com sede na região de São Mateus, na zona leste de São Paulo.

No entanto, Silva estava atualmente de serviço na Operação Verão, em que policiais são deslocados de suas unidades de origem para reforçar o patrulhamento no litoral.

Ao ser baleado Silva estava em sua motocicleta e em trajes civis, ou seja, não vestia o uniforme da corporação. Ele havia deixado o trabalho momentos antes e seguia para casa.

O soldado foi atingido na cabeça e abdômen. A morte foi constatada no local pelo médico da Ecovias, concessionária responsável pelo sistema Anchieta-Imigrantes.

A polícia trabalha com a hipótese de roubo. A arma de Silva não foi localizada. A moto não foi levada.

Conforme apurado, o local em que o PM foi baleado é ponto um ponto frequente de roubos.

Equipes da inteligência das polícias Civil e Militar foram encaminhadas para a região para apurar o que de fato houve e auxiliar na identificação dos criminosos.

Em nota, a Polícia Militar afirmou ter iniciado uma Operação Escudo na região do litoral sul paulista, com o objetivo de identificar e prender os criminosos que assassinaram o soldado.

O secretário de Segurança Pública, Guilherme Derrite, fez uma postagem em seu perfil na rede social X em que anunciou o início de uma operação Saturação nas imediações do ataque ao soldado Silva.

Há uma semana, na quinta-feira (18), a soldado Sabrina Freire Romão Franklin, 30, que também estava de moto, foi assassinada por criminosos na estrada Ecoturística de Parelheiros, na zona sul da capital.

Imagens de câmeras de segurança mostram quando o suspeito que está na garupa derruba Sabrina no chão. Mesmo caída, a policial consegue sacar a arma e atirar em direção aos suspeitos. Na sequência, um dos criminosos também atira.

Segundo a PM, a intenção dos criminosos era roubar a motocicleta da policial. Eles fugiram deixando a moto, mas levaram a arma de Sabrina, que foi baleada nas costas.

Ela foi socorrida por policiais ao Hospital Municipal de Parelheiros, mas morreu no final da noite.
A soldado trabalhava na 3ª Cia do 22º BMP/M, na Vila São Paulo, na zona sul da capital paulista.

Dois suspeitos de terem envolvimento no crime foram presos na terça-feira (23).
Além de Sabrina Freire Romão Franklin, a pasta da Segurança Pública contabilizou outros quatro ataques a policiais militares em 24 horas entre os dias 18 e 19 deste mês.

Em Eldorado, bairro na zona sul, um PM aposentado que atuava no Corpo de Bombeiros foi vítima de uma tentativa de latrocínio na tarde do dia 18. Ele foi encontrado baleado dentro de seu veículo. O homem, que atualmente é taxista, relatou ter embarcado um passageiro na zona leste e que dirigiu até um ponto, quando o criminoso anunciou o assalto. A vítima reagiu e tentou pegar sua arma, momento em que foi atingido. O criminoso subtraiu a arma do PM e fugiu em seguida. O policial foi socorrido ao Hospital das Clínicas.

No mesmo dia, mas em São Bernardo do Campo, um policial militar de 45 anos trafegava com sua moto acompanhado da esposa pela rua Pedro Zolcsak quando foram abordados por dois bandidos, um deles armado.

Um dos ocupantes da motocicleta atirou contra eles. A mulher foi atingida de raspão no pescoço e o policial, no abdômen. Ele foi socorrido na UPA Silvina, sendo depois transferido para o Hospital das Clínicas pelo helicóptero Águia.

Ainda no dia 18, um PM de 39 anos ficou ferido durante uma tentativa de roubo ocorrida na avenida Paulo Facini, em Guarulhos. O homem relatou que foi abordado por dois indivíduos em uma motocicleta azul, que anunciaram o roubo e atiraram contra ele. O policial foi socorrido para o Hospital das Clínicas.

Em Hortolândia, no interior do estado, quatro criminosos invadiram a casa de um policial militar de 33 anos na madrugada do dia 19.

Em certo momento, os suspeitos perceberam que a vítima era policial militar e o ameaçaram, porém, o agente conseguiu sacar sua arma e intervir. Um dos autores foi atingido, e os outros três fugiram. O suspeito atingido chegou a ser socorrido ao Hospital Mario Covas, mas não resistiu. Com ele foram apreendidos uma garrucha e um revólver

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Guarujá está entre os destinos turísticos mais procurados no Airbnb

Ubatuba e São Sebastião, no Litoral Norte, também estão entre as 10 cidades mais buscadas na plataforma de hospedagem

Diário Mais

Rodovia dos Imigrantes tem estrada 'oculta' e cachoeira magnífica

Porém, é importante dizer que a visitação ao local é proibida, mesmo com algumas pessoas postando fotos e vídeos lá

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter