Demitidos da Costa Sul são convocados pelo sindicato

A concessionária encerrou as suas atividades e demitiu todos os empregados no dia 30 de abril, sem pagar as verbas rescisórias inclusive incidencias e multa 40% do FGTS

Comentar
Compartilhar
25 MAI 201511h05

Funcionários da revendedora de veículos Costa Sul, representante da marca Ford nas cidades da Baixada Santista, devem procurar hoje o Sindicato dos Comerciários de Santos, na Rua Itororó, 79, a fim de pegarem documentos para o saque do FGTS e seguro-desemprego.

É que, na sexta-feira, a Justiça do Trabalho de Santos, julgou procedente o pedido de liminar, na ação impetrada pelo Sindcomerciários, através do advogado Jose Stalin Wojtowicz, chefe do departamento juridico do sindicato.  para que os empregados demitidos possam sacar os  benefícios.

A concessionária encerrou as suas atividades e demitiu todos os empregados no dia 30 de abril, sem pagar as verbas rescisórias inclusive incidencias e multa 40% do FGTS, e, por consequencia, inviabilizou o saque dos depósitos do FGTS e beneficio do Seguro Desemprego.


Arnaldo Biloti, presidente do sindicato (Matheus Tagé/ DL)

O presidente do sindicato, Arnaldo Azevedo Biloti,  diante do impasse, acionou o Jurídico, para que representasse essas 300 familias,  com uma Ação Civil Pública. Na sexta, o Juiz da 2a Vara do Trabalho de Santos, Samuel Angelini Morgero, concedeu a liminar.

“A liberação alcanca os trabalhadores de Santos, S.Vicente, Guarujá, Cubatão, Praia Grande e Itanhaém”, esclarece Arnaldo Biloti.