Mães que amamentam podem consumir bebidas alcoólicas?

O consumo de álcool neste período dependendo da quantidade pode prejudicar a amamentação

Comentar
Compartilhar
06 MAR 201518h00

Após nove meses cuidando da alimentação para manter a saúde do bebê, as mamães precisam continuar atenta à ingestão de alguns alimentos e principalmente em relação a bebidas alcoólicas na fase da amamentação. O consumo de álcool neste período dependendo da quantidade pode prejudicar a amamentação.

Segundo a Ginecologista e Obstetra Dra. Erica Mantelli, pós–graduada em Sexologia pela Universidade de São Paulo (USP), é importante que a mulher mantenha os mesmos hábitos saudáveis da gestação durante a amamentação. “O nível de álcool no sangue e no leite permanecem alterados entre duas a 12 horas após a ingestão de bebida alcoólica. O tempo da metabolização irá depender da quantidade ingerida e do organismo de cada mãe”, afirma.

Para se ter uma ideia, consumir uma lata de cerveja ou taça de vinho demora até duas horas para ser eliminada do organismo. “Bebidas destiladas, vinho e doses exageradas de cerveja levam mais tempo para sair do sangue e do leite, podendo ficar até seis horas no corpo”, ressalta a ginecologista.

Pesquisas recentes publicadas nos Estados Unidos apontam que o álcool interfere nos hormônios prolactina e ocitocina – responsáveis pela produção e pela ejeção do leite. “Se a ingestão do álcool for apenas uma dose, a mulher pode amamentar após duas horas. No caso de uma dose mais forte de álcool, a recomendação é pular a mamada, pois o leite pode conter álcool”, alerta a Dra. Erica.

Além disso, o leite com álcool faz a criança dormir demais e também faz o bebê sugar menos o peito e a produção de leite tende a diminuir.

Se estiver amamentando, beba com cautela (Foto: Divulgação)

A importância do leite materno

A amamentação nos primeiros seis meses de vida é fundamental para deixar o bebê mais resistente a infecções, alergias, doenças e outros tipos de complicações. “O leite ajuda a fortalecer a imunidade dos bebês devido às células de defesa anti-infecciosas presentes e que servem para proteger o organismo da criança”, diz a médica.

Além disso, a amamentação promove diversos benefícios como aproxima a mãe do bebê, melhora o intestino da criança, diminui o risco de alergias, evita cólicas no recém-nascido, combate à anemia e ajuda no desenvolvimento cognitivo.

Por isso, é importante nenhuma mãe deixar de amamentar a criança para prevenir doenças futuras e garantir a saúde.

Beba com cautela

As mães não estão proibidas de ingerir bebidas alcoólicas, elas podem consumir seguindo alguns cuidados, confira:
- Se você vai beber, a dica é tirar o leite e deixá-lo congelado;

-O ideal é amamentar antes de ingerir bebidas alcoólicas;

-Volte amamentar após seis horas depois de consumir o álcool;

-Evite amamentar o bebê após beber, pois o leite pode conter álcool.