Dia D terá imunização contra o sarampo e outras vacinas em Santos

Haverá posto volante na Praça das Bandeiras, na Praia do Gonzaga, apenas para vacinação de pessoas com mais de 12 anos de idade

Comentar
Compartilhar
14 AGO 2020Por Da Reportagem13h30
A meta, estabelecida pelo Ministério da Saúde, é manter uma taxa de 95% de imunização ao longo do anoFoto: Divulgação/PMS

O Dia D da Campanha de Vacinação contra o sarampo em todo o Estado será em 22 de agosto. Em Santos, haverá ainda a aplicação de vacinas que estejam em atraso em 12 policlínicas, abertas das 9h às 16h.

 

No mesmo horário, haverá posto volante na Praça das Bandeiras, na Praia do Gonzaga, apenas para vacinação de pessoas com mais de 12 anos de idade.

 

Após o Dia D, a intensificação contra o sarampo segue em todas as policlínicas da Cidade até 31 de agosto.

 

REGRAS

Pelas regras da campanha, os bebês, que normalmente só recebem a primeira dose da vacina tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) quando completam 1 ano de idade, devem tomar uma dose, chamada de zero, aos 6 meses. Depois, seguem o esquema vacinal normalmente, conforme preconizado pelo Calendário Nacional de Vacinação, com o recebimento de uma dose da vacina tríplice aos 12 meses e uma dose da tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) aos 15 meses de idade.

 

Para as crianças, adolescentes e adultos com até 29 anos de idade, a campanha prevê que é necessário ter pelo menos duas doses de vacina contra o sarampo na carteirinha - o que já ocorre com quem seguiu o Calendário Nacional de Vacinação nos primeiros anos de vida. Caso não tenham as duas doses, é necessário completar o esquema vacinal.

 

FAIXAS ETÁRIAS

Há cerca de 268 pessoas até 29 anos de idade com apenas uma dose da vacina aplicada e que necessitam completar o esquema vacinal. Não há estimativa em relação à quantidade de pessoas que nunca tomaram a vacina.

 

Se a pessoa que está nessa faixa etária nunca tomou a vacina contra o sarampo, pode receber a primeira dose durante a campanha e a segunda, após 30 dias.

 

A campanha também prevê a aplicação de uma dose da vacina tríplice viral de forma obrigatória às pessoas que têm entre 30 e 49 anos, independentemente da quantidade de doses que já tomou ao longo da vida. Em Santos, cerca de 120 mil encontram-se nesse perfil e ainda não buscaram os postos de saúde.

 

Quem tem entre 50 e 60 anos, só receberá a dose se nunca tiver sido vacinado. Acima de 60 anos não é necessário se imunizar.

 

MULTIVACINAÇÃO

Em virtude da pandemia de covid-19, a cobertura vacinal das crianças em Santos caiu em relação a anos anteriores. A meta, estabelecida pelo Ministério da Saúde, é manter uma taxa de 95% de imunização ao longo do ano.

 

Em crianças de até 1 ano, a cobertura vacinal acumulada de 2020 em Santos está em torno de 70%. A taxa diminui conforme a criança cresce: a imunização das crianças de 1 ano e meio está em torno de 60% e as de 4 anos, 40%.

 

"Embora tenhamos essa atenção especial para as crianças menores, vale lembrar que meninas e meninos de 9 a 14 anos precisam se vacinar contra o HPV. Vamos aproveitar o Dia D para promover uma Multivacinação em Santos e deixar a nossa população mais protegida", destaca Ana Paula Valeiras, chefe do Departamento de Vigilância em Saúde.

 

LOCAIS DE VACINAÇÃO – DIA D

 

Zona Noroeste

Policlínica Alemoa e Chico de Paula - R. Afonsina Proost de Souza s/nº -  Alemoa

Policlínica Bom Retiro - Rua João Fraccaroli s/nº

Policlínica Rádio Clube - Avenida Hugo Maia s/nº

 

Centro

Policlínica Conselheiro Nébias - Av. Conselheiro Nébias, 514 -  Encruzilhada

Policlínica Vila Mathias - Rua Xavier Pinheiro, 284

 

Orla

Policlínica Aparecida - Av. Pedro Lessa, 1.728

Policlínica Embaré - Praça Coronel Fernando Prestes s/nº

Policlínica Campo Grande – Rua Carvalho de Mendonça, 607

 

Morros

Policlínica Marapé - Rua São Judas Tadeu, 115

Policlínica Morro Nova Cintra - Rua José Ozéas Barbosa s/nº

Policlínica Morro São Bento - Rua das Pedras s/nº

 

Área Continental

Policlínica Caruara - Rua Andrade Soares s/nº - Área Continental