Conheça e participe da campanha 'Doe 15 minutos e salve até 4 vidas'

Por falta de doadores, os estoques caem em torno de 25% e, ao mesmo tempo, aumentam o número de acidentes e a demanda por transfusões

Comentar
Compartilhar
14 JAN 201512h35

De 19 de janeiro a 19 de março acontece a Campanha de Doação de Sangue da Drogaria São Paulo. Em sua 13ª edição e com o tema “Doe 15 minutos e salve até 4 vidas”, a iniciativa visa estimular a doação entre seus mais de 11 mil funcionários, familiares e clientes (8 milhões ao mês) – a rede possui mais de 500 lojas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco.

A ação acontece nos meses de férias, pois esse é um período crítico para os bancos de sangue. Por falta de doadores, os estoques caem em torno de 25% e, ao mesmo tempo, aumentam o número de acidentes e a demanda por transfusões.

Para doar sangue gasta-se no máximo 15 minutos e cada doação pode salvar até quatro vidas. “Por meio de um gesto rápido, fácil e seguro, exercita-se a solidariedade e cidadania. Para quem deseja ser voluntário de alguma prática social, essa é uma excelente opção e que pode ser realizada diversas vezes ao ano”, lembra Roberto Tamaso, Diretor de Marketing da Drogaria São Paulo.

A iniciativa visa estimular a doação entre seus mais de 11 mil funcionários, familiares e clientes (Foto: Luiz Torres/DL)

Os doadores de sangue podem escolher o local mais próximo para doar e devem estar dentro do perfil estabelecido pelo Ministério da Saúde: é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e apresentar documento de identidade original (com foto). Os homens podem doar de 2 em 2 meses, até 4 vezes ao ano, e as mulheres podem doar de 3 em 3 meses, até 3 vezes ao ano.

O doador deve estar em boas condições de saúde, descansado (ter dormido, no mínimo, seis horas) e alimentado. Os voluntários não devem ter consumido alimentos gordurosos até 4 horas antes da doação nem ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores. Não pode doar sangue quem teve hepatite após os 10 anos de idade, é usuário de drogas injetáveis ou portador de hepatite B, hepatite C ou vírus HIV. Mais informações podem ser obtidas junto à Fundação Pró-Sangue Hemocentro de São Paulo, pelo site   http://www.prosangue.sp.gov.br/hemocentros/.

Colunas

Contraponto