Nova Rodoviária de São Vicente será entregue no segundo semestre

De acordo com a Administração da cidade, a nova rodoviária irá funcionar no espaço projetado para ser o teatro municipal - que nunca foi efetivado - e as obras já estão em andamento.

Comentar
Compartilhar
22 ABR 2018Por Caroline Souza15h11
Rodoviária improvisada funciona no Mercado Municipal de São Vicente.Foto: Rodrigo Montaldi/DL

Improvisada há dois anos, a Rodoviária Municipal de São Vicente vai ganhar um espaço definitivo no segundo semestre deste ano. De acordo com a Administração da cidade, a nova rodoviária irá funcionar no espaço projetado para ser o teatro municipal - que nunca foi efetivado - e as obras já estão em andamento.

Em abril de 2016, ainda na gestão do ex-prefeito Bili, a rodoviária sofreu uma alteração emergencial para o Mercado Municipal, após a Prefeitura atrasar por 27 meses o aluguel do antigo espaço. No entanto, o que era para ser provisório acabou se tornando fixo.

Quando chegou em São Vicente, Suzana Silva estranhou o local e ficou se perguntando se tratava-se mesmo de uma rodoviária. Na volta para Campinas, ela conversou com a equipe do Diário do litoral e relatou: “Sou do Maranhão, mas moro atualmente em Campinas e confesso que nunca vi uma rodoviária assim”, comenta.

Clayton Veríssimo, que visita os pais com frequência em São Vicente, não entende como algo provisório perdura por tanto tempo. “O outro local era mais adequado, aqui não tem espaço para os ônibus e nem para os passageiros”, lamenta. 

Agora, a Prefeitura garante que as obras da rodoviária já tiveram início. “A proposta é criar um equipamento moderno, com atendimento adequado, baias para ônibus, banheiros, saguão e guichês, oferecendo conforto a moradores e turistas”. 
Ainda de acordo com a Administração, o empreendimento deve custar cerca de R$ 150 mil aos cofres municipais, segundo as projeções iniciais.

Além da rodoviária, a nova sede da Guarda Civil Municipal (GCM) e do Canil Municipal serão construídos no terreno. “Os arredores ganharão novo asfalto, iluminação e sinalização”. O prédio do teatro que, segundo a Administração Municipal, já está com a estrutura pronta, será mantido e a Prefeitura busca parcerias para a conclusão do mesmo.

Região do Bitaru passará por outras mudanças

Um terminal de lotações será erguido no Centro de Convenções, onde antes funcionava a praça de alimentação e os banheiros. A Prefeitura informou que, desta forma, o transporte municipal será integrado à Rodoviária e os munícipes poderão fazer a baldeação.

“O foyer e auditório do Centro de Convenções para 1,2 mil pessoas serão mantidos”, informa. No entanto, o espaço de exposições será dividido em dois, abrigando um Complexo Educacional, vinculado à Secretaria da Educação e o Centro de Inovação e Tecnologia, equipamento do Governo do Estado. O local abrigará ainda a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedect) de São Vicente.

O Município também está negociando a retomada das obras da fase 1 do Conjunto Habitacional Parque Bitaru, que prevê a construção de 224 apartamentos. 

A Prefeitura afirma ter recebido as propostas comerciais das empresas interessadas em atuar no local no último dia 2.
“O processo está em análise na Secretaria de Assuntos Jurídicos e esta etapa deve ser concluída em até 30 dias”, comenta. “A expectativa é a de que, terminado o prazo, seja conhecida a empresa vencedora do certame”, finaliza.