São Vicente

Câmara de SV aprova projeto que concede benefícios a médicos e dentistas

O PLC foi aprovado em duas sessões extraordinárias, realizadas na tarde desta segunda-feira (20)

Da Reportagem

Publicado em 20/06/2022 às 19:52

Atualizado em 20/06/2022 às 19:53

Compartilhe:

Câmara de SV aprova projeto / Nair Bueno/ DL

A Câmara de São Vicente aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Complementar (PLC) que institui o Adicional de Urgência e Emergência (AUE) e a Gratificação Médica de Unidades de Difícil Lotação (GMUD). A medida tem o intuito de evitar uma debandada dos profissionais de Saúde do Município, que recentemente tiveram seus ganhos comprometidos após perderem judicialmente gratificações, adicionais e abonos. 

O PLC foi aprovado em duas sessões extraordinárias, realizadas na tarde desta segunda-feira. A proposta tramitava em caráter de urgência e tinha 45 dias para ser pautada, a contar do dia 8 de junho.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Na semana passada o Executivo municipal - responsável pela autoria do projeto - fez um apelo para que a Câmara se debruçasse sobre o tema. Dessa forma, as comissões permanentes da Casa estudaram a peça e aceleraram os pareceres, a fim de evitar que as votações ficassem para depois do recesso parlamentar. 

No período de tramitação, o projeto foi recebido pela Casa, passou pelas comissões de Justiça e Redação (CJR) e Finanças e Orçamento (CFO). Com os pareceres favoráveis, foi pautado na ordem do dia das Sessões Extraordinárias nº 7 e 8/22, realizadas na tarde desta segunda. 

IMBRÓGLIO
O imbróglio envolvendo médicos e dentistas da rede municipal se desenrola desde que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) julgou procedente uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), impugnando uma série de dispositivos legais que garantiam rendimentos extras a profissionais de São Vicente.

A ação movida pelo procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo aponta que alguns dispositivos criaram gratificações/vantagens que não atendiam ao interesse público, possuindo caráter aleatório e remuneratório, e descumprindo os artigos 111 e 128 da Constituição Estadual. 

O projeto aprovado pela Câmara nesta segunda-feira visa corrigir essas distorções. A medida afeta médicos e dentistas efetivos e em exercício. Terão direito ao Adicional de Urgência e Emergência aqueles que atuaram em circunstâncias especiais de trabalho em relação a suas carreiras ou jornadas. 

Já a Gratificação Médica de Unidades de Difícil Lotação (GMUD), está destinada aos profissionais em unidades mais afastadas do perímetro central ou de difícil acesso.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

NA CAPITAL

Adolescente rouba celular e morre atropelado por ônibus na fuga

Dois segundos após o furto o adolescente acaba atropelado por um ônibus que passava pela via, e fica preso embaixo do veículo

FIQUE ATENTO

Sistema Anchieta-Imigrantes está com operação 5x3 em vigor

Para a descida os motoristas devem usar a pista sul da Anchieta e pista sul da Imigrantes; já para subida a opção é a pista norte da Imigrantes

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter