Presidente do BC afirma que fica no cargo mesmo com saída de Temer

'O BC é uma instituição que preza de autonomia, que se mantém, continua e olha o médio e longo prazo', afirmou Ilan Goldfajn

Comentar
Compartilhar
29 JUN 2017Por Folhapress12h31
Golfajn afirmou que permanece na presidência do BCFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta quinta (29) que permanece no posto mesmo que o presidente Michel Temer saia do cargo.

Questionado se continua na presidência do BC e se a política monetária se mantém mesmo se Temer eventualmente sair da presidência, Golfajn respondeu: "Sim e sim".

"O BC é uma instituição que preza de autonomia, que se mantém, continua e olha o médio e longo prazo. O presidente do BC está dentro desse contexto institucionalizado onde estamos trabalhando pela economia e pelo país", declarou.

Como mais questões surgiram sobre o tema, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, interveio e afirmou que "não trabalhamos por hipóteses".

"Uma das coisas que aprendemos já há muitos anos é: não trabalhamos por hipóteses. E se amanhã houver uma situação de catástrofe natural? Temos que trabalhar dentro do cenário colocado e dos mandatos da equipe econômica. Estamos cumprindo nosso mandato, trabalhando com total foco na economia brasileira".