Opinião Pesquisa/GovNet lidera ranking de empresas de pesquisa

Instituto, que elaborou pesquisa ao Governo de SP a pedido do Diário, é eleito a empresa do setor com melhor desempenho, à frente de Ibope e Datafolha

Comentar
Compartilhar
13 ABR 2021Por Bruno Hoffmann - GSP11h17

O Pindograma, instituição especializada em jornalismo de dados, publicou o Ranking de Institutos de Pesquisa do Pindograma, em que indicou os institutos de pesquisa políticas e eleitorais com melhores desempenhos do Brasil. Foram analisados os institutos com pelo menos cinco pesquisas publicadas no período de 2012 a 2020.

De acordo com o estudo, o instituto com melhores desempenho do Brasil é o Opinião Pesquisa/GovNet, que sempre foi parceiro do Diário nas pesquisas municipais e é o melhor avaliado entre os concorrentes da Baixada. O instituto está à frente de empresas tradicionais, como Ibope (que ocupa a quinta posição), Paraná Pesquisas (sétima), Datafolha (13ª) e IPat (29º). 

A Opinião Pesquisa/GovNet, sob encomenda do Diário do Litoral e do Grupo Gazeta de S. Paulo, divulgou em 26 de março deste ano a primeira pesquisa sobre as eleições ao Governo de São Paulo em 2022. A pesquisa indicou que Fernando Haddad (PT) tem a preferência dos eleitores de São Paulo caso as eleições para o Governo de São Paulo fossem hoje. O petista lidera nos três cenários apresentados de forma estimulada, ou seja, em que o pesquisadores informam o nome dos possíveis concorrentes aos eleitores consultados.

 

O levantamento questionou também a preferência do eleitor em três possíveis cenários de segundo turno para o Governo de São Paulo: Fernando Haddad (PT) e João Doria (PSDB), Márcio França (PSB) e João Doria e Fernando Haddad e Márcio França. Em todas as situações propostas o petista levaria vantagem numérica, porém teria empate técnico com França.

A metodologia do Ranking de Institutos de Pesquisa do Pindograma, de acordo com seus organizadores, foi inspirada nos critérios usados pelo site norte-americano FiveThirtyEight, que usa várias medidas para avaliar o desempenho passado dos institutos de forma objetiva.

Entre as medidas utilizadas estão coleta de dados, busca por relatórios, busca por notícias que contêm resultados de pesquisa, pós-processamento dos dados e verificação dos resultados de pesquisa, entre outros fatores. Para saber com detalhes a metodologia do Pindograma para elaborar o Ranking de Institutos de Pesquisa do Pindograma, acesse o site da empresa de comunicação.