Márcio França diz que prometeu a vice que não se aliaria ao PT

Ele advoga que a legenda continue neutra, como fez no primeiro turno

Comentar
Compartilhar
08 OUT 2018Por Folhapress14h48
Márcio França diz que prometeu a vice que não se aliaria ao PTFoto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

Líderes do PSB se reunirão na terça-feira (9), em Brasília, para discutir a posição do partido em relação ao segundo turno presidencial. O partido, sobretudo as lideranças do Nordeste, tende a defender o apoio a Fernando Haddad (PT).

Mas Márcio França (PSB), governador de São Paulo que enfrentará João Doria (PSDB), advoga que a legenda continue neutra, como fez no primeiro turno.

França afirmou nesta segunda-feira (8) que a disputa mais importante para o PSB, agora, deve ser o governo de São Paulo. Também disse que prometeu à candidata a vice, a coronel da PM Eliane Nikoluk (PR), que não apoiaria o PT quando a convidou para compor sua coligação.

França reforçou o discurso de que a eleição em São Paulo deverá tentar conciliar o país.

Colunas

Contraponto