Indianos vão às urnas na última fase das eleições

. Com 814 milhões de eleitores, o processo eleitoral na Índia tem ocorrido em fases ao longo de seis semanas, com a divulgação de resultados prevista para sexta-feira

Comentar
Compartilhar
12 MAI 201412h57

Milhões de eleitores indianos foram às urnas no último dia de votação das eleições nacionais do país nesta segunda-feira. Com 814 milhões de eleitores, o processo eleitoral na Índia tem ocorrido em fases ao longo de seis semanas, com a divulgação de resultados prevista para sexta-feira.

O principal partido de oposição, Bharatiya Janata (BJP), entrou na disputa com forte impulso em promessas de crescimento econômico. As primeiras pesquisas sugerem que há uma profunda insatisfação da população com o partido do Congresso, que está há 10 anos no poder.

Pesquisas de boca de urna, que são famosas na Índia por serem imprecisas, devem ser divulgadas na noite desta segunda-feira (horário local) após a última rodada de votos.

Milhões de eleitores indianos foram às urnas no último dia de votação das eleições nacionais do país nesta segunda-feira (Foto: Rajesh Kumar Singh/Associated Press/Estadão Conteúdo)

Há a expectativa de que Narendra Modi, o principal candidato do BJP, será eleito primeiro-ministro. O principal rival da Modi é Rahul Gandhi, do Partido do Congresso, herdeiro da família Gandhi.

Uma pesquisa recente do Centro de Pesquisas Pew afirmou que 63% dos indianos preferem o BJP contra o Partido do Congresso.

De acordo com a Comissão Eleitoral, houve uma grande participação no processo eleitoral, ao longo de seis semanas. Em 502 eleitorados parlamentares, até 8 de maio, a participação foi de 66,27%, contra 58,13% nas eleições de 2009.