Afif diz que aguarda “com serenidade” decisão sobre perda de mandato

A abertura de processo de cassação vai à votação nominal na CCJ, formada por 13 membros efetivos, mais presidente e vice-presidente

Comentar
Compartilhar
13 JUN 201312h30

O vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, disse hoje (13) que aguarda “com serenidade” a decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) sobre o pedido de perda do mandato.

Na terça-feira (11), o relator do processo contra Afif na CCJ, deputado Cauê Macris (PSDB), apresentou parecer favorável à instalação de processo que pode resultar na cassação do mandato do vice-governador em razão do acúmulo da função com o cargo de ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

Afif disse hoje que aguarda “com serenidade” a decisão do CCJ da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo sobre o pedido de perda do mandato (Foto: Divulgação)

“Estou aguardando com muita serenidade a manifestação da maioria Comissão de Justiça”, disse Afif durante reunião da Frente Parlamentar Mista das Micro e Pequenas Empresas, na Câmara dos Deputados.

A representação contra o vice-governador de São Paulo foi apresentada pelo deputado Carlos Giannazi (PSOL). Afif poderá apresentar defesa na CCJ. Atualmente, ele está afastado do cargo federal para assumir interinamente a vaga de governador do estado, devido à viagem do titular, Geraldo Alckmin, à França.

A aceitação da representação de Giannazi na CCJ pelo relator mostra que ele vê pressupostos formais e indícios de descumprimento das normas da Constituição do estado de São Paulo.

A abertura de processo de cassação vai à votação nominal na CCJ, formada por 13 membros efetivos, mais presidente e vice-presidente. A aprovação da resolução exige maioria absoluta. Se aprovado, o processo segue tramitação dentro da Casa.