Homem tenta esfaquear colega para não pagar dívida de R$ 1 mil na Baixada Santista

Suspeito tentou esfaquear vítima pelas costas, mas errou golpe e entrou em luta corporal antes da polícia chegar ao local

Comentar
Compartilhar
15 JUN 2021Por LG Rodrigues15h30
Agentes da PM foram acionados por rádio e conseguiram chegar rapidamente ao local do crimeAgentes da PM foram acionados por rádio e conseguiram chegar rapidamente ao local do crimeFoto: Reprodução / Facebook

Um homem foi preso na noite desta segunda-feira (14) após ter tentado matar um colega a facadas na Rua Bahia, no Cibratel, em Itanhaém. Após ter entrado em luta corporal contra a vítima, o suspeito foi preso por policiais e confessou que cometeu o crime porque foi tomado por uma 'força ruim' e porque não tinha como pagar a dívida. A vítima passa bem e o autor das facadas foi preso em flagrante. Ele responderá pelo crime de tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil.

De acordo com o registro no boletim de ocorrência, que foi circunscrito junto ao 2º Distrito Policial de Itanhaém, as autoridades foram acionadas após uma moradora ter afirmado que uma briga havia ocorrido na altura do número 592, na Rua Bahia, no Cibratel II, em Itanhaém, por volta das 21h30. Ao chegar no local, os policiais encontraram vítima e suspeito, sendo que o primeiro apresentava um corte nas costas.

Ao separar ambos homens e questioná-los sobre o que havia ocorrido, a vítima explicou aos policiais que o segundo homem tentou esfaqueá-lo pelas costas. O suspeito, admitiu que tinha tentado matar o colega e que tudo tinha sido fruto de uma dívida de R$ 1 mil, que ele possuía com a vítima e que não seria capaz de pagar.

O indivíduo ferido afirmou que recebeu uma ligação do suspeito pedindo que ambos se encontrassem porque ele havia conseguido reunir a quantia para quitar o valor. Após chegar ao local marcado, o autor das facadas pediu para o colega entrar no seu carro e o levou ao bairro Savoy, mas mudou o percurso em seguida e se dirigiu ao Cibratel II, onde afirmou que uma terceira pessoa estava com o dinheiro em mãos.

Ao chegar no ponto final do encontro, o homem pediu à vítima para descer e quando estavam fora do carro pediu para usar o celular do rapaz. Ao se virar para pegar o aparelho, que estava dentro do automóvel, o suspeito tirou uma faca que estava escondida por baixo da camisa e tentou esfaquear a vítima, que percebeu a ação e conseguiu desviar do golpe, que pegou de raspão. A faca acabou atingindo a lataria do veículo, e entortou, em seguida, ambos entraram em confronto corporal e uma testemunha acionou a Polícia Militar pelo 190, que chegou ao local minutos depois e encontrou a cena do crime.

Na delegacia, o suspeito confessou todo o crime e explicou que, além de não ser capaz de pagar o valor de R$ 1 mil, foi tomado pelo que ele descreveu como uma 'força ruim' que o motivou a cometer o crime. A faca usada no crime foi apreendida e passará por períciaa. Já a vítima passa bem e o suspeito foi preso.