Mulher espancada no Guarujá pode ter sido confundida

Segundo moradores, a vítima sofre de transtornos bipolares e passa por tratamento médico. Ela foi acusada de sequestrar crianças para rituais de magia negra

Comentar
Compartilhar
04 MAI 201416h42

A mulher que foi espancada por moradores do bairro Morrinhos, no Guarujá, na noite deste sábado (3), pode ter sido confundida. Ela foi acusada de sequestrar crianças para prática de rituais de magia negra.

Segundo testemunhas da agressão, a vítima, chama-se Fabiana e têm duas filhas, uma de 13 anos e outra de apenas um, e sofre de transtorno bipolar além de passar por tratamento médico.

A polícia trabalha com a hipótese dela ter sido confundida com outra pessoa,e, por isso, foi agredida. Ainda de acordo com a polícia, o caso está sendo investigado em sigilo e novas informações devem ser divulgadas apenas na segunda-feira (5).