Motoboy acusado de vender drogas sintéticas em festas rave é preso em Santos

Policiais da Dise apreenderam ecstasy, pó de MDMA, lança-perfume e cocaína na casa do acusado, no Estuário

Comentar
Compartilhar
14 NOV 2019Por Gilmar Alves Jr.19h00
Acusado admitiu que vendia as drogas diretamente nas festas, diz políciaFoto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Santos prenderam na tarde de quarta-feira (13) um motoboy acusado de vender drogas sintéticas em festas rave da Baixada Santista. O homem, de 30 anos, foi detido em casa, no Estuário, onde os investigadores apreenderam comprimidos de ecstasy, pó de MDMA (ingrediente ativo do ecstasy), lança-perfume e cocaína.

O motoboy, segundo a polícia, admitiu que fazia as vendas dos tóxicos diretamente nas festas e também disse que fazia comercialização para pessoas com quem ele tinha um contato mais próximo.

Os passos do motoboy estavam sob investigação da delegacia especializada há cerca de um mês e, diante dos indícios colhidos, o delegado Rubens Barazal requereu à Justiça um mandado de busca domiciliar, que foi expedido pela 5ª Vara Criminal de Santos.

De posse da ordem judicial, investigadores sob a coordenação de Barazal e do investigador-chefe, Luiz Fonseca, foram à casa do motoboy, na Rua Ilzo Del Mugnaio Viana, e o surpreenderam por volta das 15 horas.

Em um dos cômodos, sobre um móvel, os policiais civis apreenderam 244 comprimidos de ecstasy, 19 comprimidos em forma de MDMA puro e uma porção de cocaína.

Na cozinha, foram recolhidos 33 litros de lança perfume, duas balanças de precisão e 29 frascos vazios.

Após ser autuado na Dise por tráfico e por manter apetrechos destinados à preparação de drogas, o motoboy foi recolhido para a cadeia anexa ao 5º Distrito Policial (Bom Retiro).