Morador de São Paulo abre conta com documento falso em Praia Grande e é preso

O homem, de 51 anos, chegou a conseguir abrir uma conta com cédula falsa e tentaria empréstimos

Comentar
Compartilhar
21 JUN 2021Por Gilmar Alves Jr.15h02
A agência bancária é situada na Avenida Presidente Kennedy, 2478, na Vila CaiçaraA agência bancária é situada na Avenida Presidente Kennedy, 2478, na Vila CaiçaraFoto: Reprodução/Google Maps

Policiais do 1° DP de Praia Grande (Vila Tupi) prenderam um morador da zona leste de São Paulo, com diversas passagens, que abriu conta em um banco de Praia Grande usando cédula de identidade falsa para tentar obter empréstimos. A ação policial, na tarde de quarta-feira (16), ocorreu logo após o banco detectar a conduta suspeita e acionar o distrito.

A acusado, de 51 anos, foi abordado pela equipe do delegado Flávio Magário, titular do distrito, e do investigador-chefe, Gleydson Segundo, que montou uma campana para surpreender o homem na saída dele da agência, situada na Avenida Presidente Kennedy, 2478, na Vila Caiçara.

Ao analisarem a cédula de identidade que o homem utilizava os policiais desconfiaram que pudesse ser falsificada, fato que foi confirmado pelo abordado, que revelou seu verdadeiro nome e disse que "Não havia feito nada de errado".

De acordo com o investigador Gleydson Segundo, o preso reside em São Mateus, na zona leste da capital, e possui passagens criminais por estelionato e uso de documento falso.

Nesta quarta, após a autuação por uso de documento falso, o acusado foi removido à cadeia.

Além de Magário e do investigador-chefe, também participou da diligência que resultou no flagrante o policial civil Carlos Alberto.
(Gilmar Alves Jr.)