Jornalistas espanhóis são vítimas de furto

Eles deixaram câmera fotográfica, lentes, celulares e filmadora em um táxi, e quando retornaram, o veículo não estava mais no local

Comentar
Compartilhar
10 JUN 201410h44

Um casal de jornalistas espanhóis destacado para a cobertura da Copa no Brasil foi roubado ontem, em Porto Feliz, região de Sorocaba. O jornalista e a repórter fotográfica faziam a cobertura de um treino da seleção de Honduras, que está hospedada na cidade, e tomou um táxi para seguir até o hotel. Na passagem pelo centro da cidade, o casal pediu ao taxista que fizesse uma parada, pois eles pretendiam comprar lanches numa padaria.

A dupla de jornalistas deixou câmera fotográfica, lentes, celulares e filmadora no veículo. Quando retornaram, o táxi não estava mais no local. Eles tentaram contato com o motorista pelo telefone, mas o taxista não atendeu as ligações. A Polícia Militar não teve trabalho para localizar o taxista em sua casa, na periferia da cidade. Ele ainda tentou negar o furto, mas as vítimas o reconheceram e os policiais encontram em sua casa os produtos furtados.