Idoso sai desacompanhado de clínica em Itariri e desaparece; DIG investiga

Família realiza buscas e pede ajuda da população para localizar Wilson Bandini; DIG de Itanhaém realiza diligências

Comentar
Compartilhar
04 MAI 2021Por Gilmar Alves Jr.17h31
Wilson Bandini em fotografia tirada na véspera de seu desaparecimentoWilson Bandini em fotografia tirada na véspera de seu desaparecimentoFoto: Divulgação

O aposentado Wilson Bandini, de 73 anos, saiu desacompanhado da clínica onde morava, em Itariri, no Vale do Ribeira, e está desaparecido desde o dia 29, o que desencadea uma série de buscas da família, com ampla por mobilização por redes sociais, e apuração policial, a cargo a partir desta terça-feira (4) da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém.

Diligências são realizadas e está prevista para amanhã a tomada de um depoimento pelo menos, conforme apurou o Diário do Litoral.

Pedro Bandini, um dos filhos do aposentado, afirma que o pai utilizava camisa de botão clara, casaco azul escuro e calça jeans quando saiu da clínica. “Não temos qualquer tipo de notícia ou informação que nos leve ao paradeiro dele”, afirma.

Bandini agradece a forte mobilização popular nos compartilhamentos pelas redes sociais. “A ajuda de vocês até agora foi inestimável. Agradeço a todos pela ajuda. Em todos os lugares que passei, as pessoas já haviam visto o compartilhamento”, disse.

A foto de abertura desta reportagem foi tirada no dia anterior ao desaparecimento. “Ele está um pouco mais moreno e magro do que nas fotos anteriores”, detalha o filho.

Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Wilson Bandini deve entrar em contato pelos telefone (013) 98182-9685 (Pedro), 197 (Polícia Civil) ou 190 (Polícia Militar). 

 
  • Imagens/Divulgação

Posicionamento da clínica

Em nota, a clínica reforça que opera sob o sistema de internação voluntária e que não existem muros ou grades, sob pena de caracterizar um cárcere privado.

“O paciente se interna por vontade própria, sendo livre para sair a qualquer momento. Isso se dá em total respeito aos direitos constitucionais de liberdade do paciente”, afirma.

Sobre as circunstâncias do desaparecimento, a clínica disse que “todas as informações e demais acontecimentos estão sendo tratados diretamente com a família, sendo que a clínica tem mantido todos os esforços em conjunto com a família e a polícia para solucionar a questão e ajudar os familiares”.